Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Coleção: Trans  
1   2   3   4  

Crítica e clínica

Gilles Deleuze

Tradução de Peter Pál Pelbart
 
O último livro de Deleuze (1925-1995), que reúne dezessete textos do pensador francês sobre a questão da linguagem, a literatura e a filosofia, analisando autores como Lewis Carrol, Beckett, D.H. Lawrence, Walt Whitman, Herman Melville, Alfred Jarry, Nietzsche, Platão, Spinoza e Kant.
     Nova edição revista conforme o Acordo Ortográfico, acrescida de índice onomástico, bibliografia atualizada e indicação da paginação original francesa.
R$ 54,00
 
Dois regimes de loucos
Textos e entrevistas (1975-1995)

Gilles Deleuze

Tradução de Guilherme Ivo
Edição preparada por David Lapoujade
Revisão técnica de Luiz B. L. Orlandi
 
Este volume reúne mais de sessenta ensaios, artigos, cartas, manifestos, depoimentos e entrevistas de Gilles Deleuze (1925-1995), cobrindo os últimos vinte anos de carreira deste que é um dos mais originais filósofos do século XX. Além de iluminar o contexto da escrita e recepção de livros-chave como Mil platôs, Cinema 1 e 2, A dobra e O que é a filosofia?, estes textos abordam temas diversos como Proust, Foucault, a questão palestina, Francis Bacon, as drogas, Maio de 68, sua parceria com Guattari, a guerra, o cinema, a psicanálise, dos quais o autor de O anti-Édipo sempre consegue extrair problemas e conceitos inteiramente novos.
R$ 82,00

 
Empirismo e subjetividade
Ensaio sobre a natureza humana segundo Hume

Gilles Deleuze

Tradução de Luiz B. L. Orlandi
 
Primeiro livro publicado por Gilles Deleuze (1953), Empirismo e subjetividade transcende sua contribuição para a história da filosofia ao analisar a questão do empirismo - e portanto, da diferença -, a partir da recuperação da obra (até então relegada pela crítica kantiana) do filósofo escocês David Hume (1711-1776).
R$ 49,00

     
Espinosa e o problema da expressão

Gilles Deleuze

Tradução de GT Deleuze - 12
Coordenação de Luiz B. L. Orlandi
 
"A força de uma filosofia", diz o autor a certa altura deste livro, "se mede pelos conceitos que ela cria, ou cujo sentido ela renova, e que impõem um novo recorte às coisas e às ações." Em Espinosa e o problema da expressão, Gilles Deleuze (1925-1975) mapeia, no pensamento do holandês Benedicto de Espinosa (1632-1677), as relações entre teoria da substância, teoria da ideia e teoria das paixões e das ações, pondo em destaque, particularmente, as conexões entre substância e a composição dos modos finitos de existência. O resultado é um livro raro, no qual (como deixa entrever o posfácio de François Zourabichvili) Deleuze ilumina Espinosa e Espinosa ilumina Deleuze.
R$ 76,00
 
Mil platôs - vol. 1
Capitalismo e esquizofrenia 2

Gilles Deleuze
Félix Guattari

Revisão técnica de Luiz B. L. Orlandi
 
Sequência às teses de O anti-Édipo, contendo todos os componentes de um tratado de filosofia clássica - ontologia, física, lógica, psicologia, moral, política e estética. A obra é organizada em quinze "platôs", que podem ser lidos de forma independente. O volume 1 inclui os platôs 1) Introdução: Rizoma; 2) 1914 - Um só ou vários lobos?; e 3) 10.000 a.C. - A geologia da moral (quem a Terra pensa que é?); além do prefácio à edição italiana escrito pelos autores em 1987. Na presente edição foram acrescentados a indicação das páginas da edição original francesa, índice onomástico, índice das matérias e uma bibliografia de Deleuze e Guattari.
R$ 46,00

 
Mil platôs - vol. 2
Capitalismo e esquizofrenia 2

Gilles Deleuze
Félix Guattari

Revisão técnica de Luiz B. L. Orlandi
 
Sequência às teses de O anti-Édipo, contendo todos os componentes de um tratado de filosofia clássica - ontologia, física, lógica, psicologia, moral, política e estética.
R$ 46,00

     
Mil platôs - vol. 3
Capitalismo e esquizofrenia 2

Gilles Deleuze
Félix Guattari

Revisão técnica de Luiz B. L. Orlandi
 
Sequência às teses de O anti-Édipo, contendo todos os componentes de um tratado de filosofia clássica - ontologia, física, lógica, psicologia, moral, política e estética. A obra é organizada em quinze "platôs", que podem ser lidos de forma independente. O volume 3 inclui os platôs 6) 28 de novembro de 1947 - Como criar para si um Corpo sem Órgãos?; 7) Ano zero - Rostidade; 8) 1874 - Três novelas ou "O que se passou?"; e 9) 1933 - Micropolítica e segmentaridade. Na presente edição foram acrescentados a indicação das páginas da edição original francesa, índice onomástico, índice das matérias e uma bibliografia de Deleuze e Guattari.
R$ 47,00
 
Mil platôs - vol. 4
Capitalismo e esquizofrenia 2

Gilles Deleuze
Félix Guattari

Revisão técnica de Luiz B. L. Orlandi
 
Sequência às teses de O anti-Édipo, contendo todos os componentes de um tratado de filosofia clássica - ontologia, física, lógica, psicologia, moral, política e estética.
R$ 52,00

 
Mil platôs - vol. 5
Capitalismo e esquizofrenia 2

Gilles Deleuze
Félix Guattari

Revisão técnica de Luiz B. L. Orlandi
 
Sequência às teses de O anti-Édipo, contendo todos os componentes de um tratado de filosofia clássica - ontologia, física, lógica, psicologia, moral, política e estética.
R$ 61,00

     
O anti-Édipo
Capitalismo e esquizofrenia 1

Gilles Deleuze
Félix Guattari

Tradução de Luiz B. L. Orlandi
 
Escrito sob o influxo de Maio de 1968, este livro revolucionário reúne conceitos de filosofia, literatura, antropologia, arte, economia, ciência e política para traçar, na contramão das concepções freudianas, novos rumos para as forças produtivas do inconsciente. Agora em nova e rigorosa tradução, assinada por Luiz Orlandi, autor também das valiosas notas que acompanham a edição, a obra seminal de Deleuze e Guattari finalmente chega ao leitor brasileiro em toda a sua potência.aolp
R$ 87,00
 
O que é a filosofia?

Gilles Deleuze
Félix Guattari

 
A partir da questão - O que é a filosofia? -, Deleuze e Guattari esclarecem as condições, as incógnitas e os requisitos subjacentes à sua elaboração. A seguir, estabelecem as diferenças entre a atividade filosófica e a atividade científica ou artística. "A filosofia faz surgir os acontecimentos com seus conceitos, a arte ergue os monumentos com as sensações e a ciência constrói os estados de coisas com suas funções."
R$ 62,00

 
Diante da imagem
Questão colocada aos fins de uma história da arte

Georges Didi-Huberman

Tradução de Paulo Neves
 
O que ocorre quando nos colocamos diante da imagem? Neste livro, o historiador da arte Georges Didi-Huberman - professor da École des Hautes Études, em Paris, e autor de dezenas de livros fundamentais, entre eles O que vemos, o que nos olha (Editora 34, 1998) - recorda que, em francês, voir (ver) rima com savoir (saber), o que sugere que, em nossa aproximação às imagens, o olhar nunca é neutro ou desinteressado. Diante delas, enlaçamos o visível juntamente com palavras e modelos de pensamento. De onde vêm esses modelos? É precisamente essa interrogação, uma espécie de arqueologia crítica da História da Arte, que o autor leva a cabo nestas páginas.
R$ 69,00

     
1   2   3   4  

© Editora 34 Ltda. 2021   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779