Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Cinema e teatro  
1   2   3  

Telégrafo visual
Crítica amavel de cinema

David E. Neves
Organização de Carlos Augusto Calil

 
Figura-chave do Cinema Novo, David E. Neves (1938-1994) foi não só um cineasta de grande sensibilidade, como um ensaísta agudo e de mão cheia. Este livro reúne textos raros, produzidos entre 1957 e 1990, em que o diretor discorre sobre o cinema e suas relações com a literatura, a música, a fotografia, os quadrinhos, a política e a cultura de seu tempo.
R$ 84,00
 
By Heart e outras peças

Tiago Rodrigues

Posfácio de Leonardo Gandolfi
 
Um dos mais inquietos criadores da arte contemporânea, o premiado dramaturgo português Tiago Rodrigues combina em seus textos o teatro, a ficção, o ensaio e a poesia, com uma liberdade verdadeiramente revolucionária. By Heart e outras peças — primeiro livro do autor publicado em nosso país — reúne cinco obras, incluindo Natalie Wood, Três dedos abaixo do joelho, Antonio e Cleópatra (inédito em língua portuguesa) e Sopro, escritas entre 2009 e 2017, que exploram dimensões temporais radicalmente novas, ultrapassam de longe o senso comum e mostram como o presente pode ser construído, poética e politicamente, por muitas perspectivas diferentes.
R$ 69,00

 
Rainha Lira
Peça teatral

Roberto Schwarz

 
Enquanto a peça A lata de lixo da história foi o testemunho de Roberto Schwarz sobre o golpe de 1964 após ter voltado do exílio, Rainha Lira é a resposta do autor à barafunda atordoante de nosso mais recente transe. Sua escrita começou durante o impeachment farsesco de Dilma Rousseff, atravessou a eleição de um presidente que tem como bandeira restaurar os anos de chumbo e foi concluída após a temporada na prisão de Luís Inácio Lula da Silva. O leitor logo vai reconhecer pessoas em personagens mas, à maneira das peças de Brecht, aqui elas são figuras dos interesses de classe que se engalfinharam no Brasil desde as manifestações de 2013, transformando nosso país num verdadeiro palco do vale-tudo do capitalismo contemporâneo.
R$ 54,00

     
As Traquínias

Sófocles

Tradução de Trajano Vieira
Ensaio de Patricia E. Easterling
Edição bilíngue
 
Dentre as tragédias gregas que chegaram até nós, As Traquínias, de Sófocles (496-406 a.C.), e o Héracles, de Eurípides - que ora se publicam conjuntamente - são as únicas que trazem o grande herói Héracles (ou Hércules, na mitologia latina) como protagonista. A ação da peça de Sófocles se inicia em Tráquis, onde a esposa de Héracles, Dejanira, aguarda o retorno do marido, afastado há tempos do lar para a conclusão de seus doze trabalhos. Considerada por Ezra Pound como "o ponto máximo da sensibilidade grega", As Traquínias é apresentada aqui em edição bilíngue, na rigorosa e inventiva tradução de Trajano Vieira, acompanhada de um ensaio da célebre helenista inglesa P. E. Easterling.
R$ 56,00
 
Filoctetes

Sófocles

Tradução de Trajano Vieira
Edição bilíngue
Ensaio de Edmund Wilson
 
O mito do herói grego abandonado em uma ilha durante a guerra de Troia, aqui convertido em tragédia por Sófocles, foi também trabalhado por Ésquilo e Eurípides e, nos tempos modernos, cativou escritores como André Gide e Heiner Müller. Um texto que se revela atual, na bela tradução de Trajano Vieira, acompanhado de ensaio de Edmund Wilson.aolp
R$ 62,00

 
A dama do cachorrinho
e outros contos

A. P. Tchekhov

Tradução de
Boris Schnaiderman
 
Anton Tchekhov (1860-1904) é um dos maiores escritores de todos os tempos. Suas histórias concisas, organizadas e traduzidas por Boris Schnaiderman, produzem uma gama tão ampla de sentidos que esta leitura se torna um acontecimento definitivo. "Recriados em bela tradução, os 36 contos que encantam o leitor com uma visão geral da obra do grande escritor russo." (Paulo Bezerra, Jornal da Tarde)
R$ 79,00

     
Minha vida
conto de um provinciano

A. P. Tchekhov

Tradução de Denise Sales
posfácio e notas da tradutora
 
Publicada em 1896, a novela Minha vida - que tem aqui sua primeira tradução direta no Brasil - é uma das raras incursões de Tchekhov (1860-1904), mestre do conto, pela narrativa mais longa. Permeada de referências autobiográficas, esta obra de ficção, que retrata a vida de um jovem inadaptado às convenções de uma pequena cidade de província, surpreende pela sensibilidade com que o autor capta a dinâmica profunda da sociedade russa - o que levaria Gorki a declarar: "Ontem li Minha vida. É uma pérola". aolp
R$ 56,00
 
O beijo e outras histórias
e outras histórias

A. P. Tchekhov

Tradução de
Boris Schnaiderman
 
Seis obras-primas do mestre da narrativa curta, nas quais o leitor brasileiro não deixará de perceber, tratados com a característica sutileza tchekhoviana, temas que também foram caros a Dostoiévski e Machado de Assis.
"O leitor tem nas mãos uma preciosa coletânea de histórias de um dos maiores narradores que conheceu a literatura mundial." (Davi Arrigucci Jr.)
R$ 69,00

 
O duelo

A. P. Tchekhov

Tradução de Marina Tenório
 
Uma das mais agudas incursões de Anton Tchekhov (1860-1904) pela narrativa longa, O duelo narra a história de Nadiéjda e Ivan Laiévski - jovem casal de intelectuais que se muda de São Petersburgo para uma cidadezinha litorânea do Cáucaso, à beira do mar Negro, com sonhos de uma vida de trabalho simples e contato com a natureza. A perspectiva de idílio é ameaçada pelo caráter incerto de Laiévski, pelo jogo e pela bebida, e este acaba sendo desafiado para um duelo no qual certamente perderá a vida. Publicada em 1891, esta novela - que tem ecos do panteísmo de Tolstói, mas também da personagem Oblómov, de Goncharov - já foi adaptada diversas vezes para o cinema e o teatro.
R$ 59,00

     
Três anos

A. P. Tchekhov

Tradução de Denise Sales
 
Ao voltar de uma longa viagem à colônia penal da ilha de Sacalina, Tchekhov passa a residir em Moscou. Ali, nas redondezas de sua casa na rua Málaia Dmítrovka, ambientaria a novela Três anos. Publicada em 1895, a obra acompanha os primeiros anos de casamento de Iúlia Belavina, filha de um médico da província, com Aleksei Láptiev, de uma família de prósperos comerciantes moscovitas.
R$ 56,00
 
Cine-Olho
manifestos, projetos e outros escritos

Dziga Viértov

Tradução de Luis Felipe Labaki
 
Autor de clássicos como a série Kino-Pravda (1922-25) e o longa-metragem O homem com a câmera (1929), Dziga Viértov (1896-1954) foi pioneiro de uma linguagem própria para o cinema e um dos principais nomes da vanguarda soviética. Durante toda a sua vida praticou e defendeu o lema de seu amigo Maiakóvski, segundo o qual não há arte revolucionária sem forma revolucionária. Embora seja um dos diretores de cinema mais influentes do século XX, Viértov teve pouquíssimos escritos publicados em nossa língua e quase sempre em traduções indiretas. O presente volume busca reparar essa lacuna, reunindo noventa textos, vários deles inéditos, entre manifestos, roteiros, artigos, projetos, cartas e poemas, todos traduzidos diretamente do russo pelo organizador Luis Felipe Labaki, acompanhados de mais de cem imagens da Coleção Dziga Viértov do Österreichisches Filmmuseum de Viena.
R$ 124,00

 
Ângelo

Luchino Visconti

Tradução de Wander Melo Miranda
Organização e prefácio de René de Ceccatty
 
Único romance do cineasta Luchino Visconti, diretor de O Leopardo e Morte em Veneza, conta a história de um menino pobre que chega à cidade de Piacenza (Itália).

"Ângelo é um vigoroso ensaio sobre o universo do 'conde vermelho' [Visconti] - que, a despeito das origens de aristocrata, nunca deixou de expressar profundas preocupações sociais e históricas." (Sérgio Bazzi, Jornal do Brasil)
indisponível
R$ 48,00

     
1   2   3  

© Editora 34 Ltda. 2022   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779