Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Robert Walser  
Robert Walser nasceu em 15 de abril de 1878 em Biel, na Suíça. Em 1907, estreou no romance com Os irmãos Tanner. Walser morava então em Berlim, no bairro de Charlottenburg. Ainda em 1908, terminou de escrever Jakob von Gunten, publicado em 1909 e considerado por muitos sua obra-prima. Em 1913, Walser retorna a Biel, onde aluga uma água-furtada no Hotel Blaues Kreuz. Ali permanecerá durante os sete anos seguintes. Em 1921, muda-se para Berna, onde, por algumas semanas, trabalhará como segundo bibliotecário do Berner Staatsarchiv. Entre 1922 e 1926, sempre em Berna, troca de endereço mais de dez vezes. Em 1925, a Ernst Rowohlt de Berlim lança aquele que será seu último livro publicado em vida, Die Rose (A rosa). Em janeiro de 1929, aos 50 anos, Robert Walser se interna na Clínica Psiquiátrica Waldau, nas cercanias de Berna. Segue ainda com seu trabalho literário até 1933, quando, contra a vontade, é transferido para uma instituição psiquiátrica ligada a seu cantão natal, Appenzell, em Herisau. Walser permanece ali até o fim da vida. Morre no dia de Natal de 1956.

1  

Absolutamente nada e outras histórias

Robert Walser

Tradução de Sergio Tellaroli
 
Admirado em seu tempo por escritores como Franz Kafka, Robert Musil e Walter Benjamin, e considerado hoje um dos mais importantes escritores de língua alemã do século XX, o suíço Robert Walser (1878-1956) permanece pouco conhecido do leitor brasileiro. Autor de poemas e quatro romances, é nas prosas curtas (reunidas em mais de vinte volumes de suas obras completas pela editora Suhrkamp) que o gênio de Walser se manifesta plenamente. Com minicontos, solilóquios, esquetes e improvisos escritos entre 1907 e 1929, esta antologia oferece um amplo panorama de sua produção.
R$ 49,00
 
Romeu e Julieta na aldeia

Gottfried Keller

Ilustrações de Karl Walser
Texto em apêndice de Robert Walser
Obra publicada com o apoio da Fundação Suíça para a Cultura Pro Helvetia
 
Inspirado em um fato verídico, ocorrido no interior da Alemanha em 1847, o grande escritor suíço Gottfried Keller (1819-1890) criou seu Romeu e Julieta na aldeia. A narrativa foi publicada pela primeira vez em 1856, no volume A gente de Seldvila, tido por Nietzsche como um "tesouro da prosa alemã". Ao atualizar a tragédia de Shakespeare e enraizá-la numa aldeia suíça, Keller concebeu uma novela de ressonância universal, considerada por Lukács e Benjamin, entre outros, como um dos exemplos mais perfeitos de seu gênero.
R$ 49,00

 
     
1  

© Editora 34 Ltda. 2021   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779