Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Milton Hatoum  
Nascido em Manaus, em 1952, Milton Hatoum estudou arquitetura na Universidade de São Paulo. Depois de viver em Madri, Barcelona e Paris, ensinou literatura francesa na Universidade Federal do Amazonas e literatura brasileira na Universidade da Califórnia, em Berkeley. Em 1989, estreou como ficcionista com Relato de um certo Oriente, ao qual se seguiram os romances Dois irmãos (2000), Cinzas do Norte (2005), A noite da espera (2017) e Pontos de fuga (2019), além da novela Órfãos do Eldorado (2008), dos contos de A cidade ilhada (2009) e das crônicas de Um solitário à espreita (2013). Traduziu o ensaio de Edward Said sobre as Representações do intelectual (2017) e os Três contos de Gustave Flaubert (em colaboração com Samuel Titan Jr.), este último para a coleção Fábula.
1  

A cruzada das crianças

Marcel Schwob

Tradução de Milton Hatoum
Ilustrações de Fidel Sclavo
Prólogo de Jorge Luis Borges
Projeto gráfico de Raul Loureiro
 
A cruzada das crianças é uma pequena obra-prima do francês Marcel Schwob (1867-1905), o “escritor dos escritores”, admirado por nomes como Oscar Wilde, Valéry, Borges e Roberto Bolaño. Publicado originalmente em 1896, o livro recria poeticamente a lendária cruzada das crianças de 1212 rumo a Jerusalém, a partir dos relatos de pessoas ligadas ao evento, incluindo um goliardo, um místico árabe, um leproso e os papas Inocêncio III e Gregório IX. Cada um dos oito capítulos traz uma versão diferente daquela trágica jornada rumo ao Santo Sepulcro, em narrativas conduzidas pelo texto cativante de Schwob — “angelical e diabólico”, segundo Noemi Jaffe —, apresentado aqui na bela tradução de Milton Hatoum.
venda especial
(de R$ 43,00
por R$ 21,50

desconto de 50%)
 
Três contos

Gustave Flaubert

Projeto gráfico de Raul Loureiro
 
Os Três contos de Gustave Flaubert (1821-1880) constituem um dos pontos mais altos da literatura francesa. Ao retornar a temas, figuras e paisagens que o acompanhavam desde a juventude, o autor de Madame Bovary destilou uma suma de sua obra nas breves páginas deste último livro que chegou a completar. Seja narrando o meio século de servidão de uma criada em "Um coração simples", seja desdobrando a tapeçaria alucinada da "Legenda de São Julião Hospitaleiro" ou ainda reinventando um episódio bíblico em "Herodíade", Flaubert levou a arte da ficção a territórios ainda pouco explorados. Seu contemporâneo Henry James não tardou a ver "um elemento de perfeição" neste livro de 1877; e o próprio Flaubert, a meio caminho de sua redação, confidenciou numa carta: "Tenho a impressão de que a Prosa francesa pode chegar a uma beleza de que mal se faz ideia".
indisponível
R$ 49,00

 
     
1  

© Editora 34 Ltda. 2021   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779