Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Para compras neste site, o frete é grátis para todo o Brasil
Cadastre-se aqui para receber nossas notícias de lançamentos e eventos
A partir de 2017 não avaliaremos originais encaminhados sem solicitação prévia da editora.

 


Notícias

José Ramos Tinhorão, Murilo Marcondes de Moura e Fábio Cesar Alves são finalistas do Prêmio Rio de Literatura

Vozes femininas da Editora 34 promove encontros com as escritoras Noemi Jaffe, Veronica Stigger, Beatriz Bracher e Ivana Arruda Leite

Debate com Sérgio Cardoso, Andre Scoralick e Edson Querubini marca o lançamento dos Ensaios de Montaigne

Sul, de Veronica Stigger, O mundo sitiado, de Murilo Marcondes de Moura, e Rei do Congo, de José Ramos Tinhorão, são finalistas do Prêmio APCA 2016

O mundo sitiado. A poesia brasileira e a Segunda Guerra Mundial, de Murilo Marcondes de Moura, vence o Prêmio Literário Biblioteca Nacional como Melhor Ensaio Literário de 2016

A Poética de Aristóteles, com tradução de Paulo Pinheiro, recebe o Prêmio Jabuti 2016 na categoria de Melhor Tradução

O impeachment de Fernando Collor: sociologia de uma crise, de Brasilio Sallum Jr., é premiado como a melhor obra científica do ano no Concurso Brasileiro ANPOCS de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais

Editora 34 tem 8 títulos finalistas na 58a. edição do Prêmio Jabuti, em diversas categorias

Veronica Stigger autografa Sul no Sesc Consolação

Anatomia do Paraíso, de Beatriz Bracher, recebe o Prêmio São Paulo de Literatura 2016

Jóquei, de Matilde Campilho, e Caçambas, de Ruy Proença, são semifinalistas do prêmio Oceanos na categoria Poesia

 

Indicações

Foram registradas em áudio as mesas-redondas da série Encontros de Literatura Russa, realizada pela Editora 34 e o Centro Universitário Maria Antonia no final de 2012. Esses registros estão disponíveis aqui.

 

Reedições
Jairo Severiano, A canção no tempo
Geoffrey Chaucer, Os Contos de Canterbury
Ivan Turguêniev, Memórias de um caçador
Johann Wolfgang von Goethe, Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister
Aristóteles, De Anima
Anton Makarenko, Poema pedagógico
Beatriz Bracher, Não falei
Paul Gilroy, O Atlântico negro
Lúcio Kowarick, Escritos urbanos
David Halberstam, Michael Jordan
Carlos Calado, Tropicália: a história de uma revolução musical
 

Busca de conteúdo

 

 

 


Editora 34 na internet

A Editora 34 anuncia seus autores que estarão na programação oficial da FLIP 2017, a ser realizada entre 26 e 30 de julho: o escritor francês Patrick Deville (autor de Viva! e Peste e cólera), o poeta Edimilson de Almeida Pereira (autor de qvasi), o crítico Antonio Arnoni Prado (autor de Lima Barreto: uma autobiografia literária), a escritora Noemi Jaffe (autora de O que os cegos estão sonhando?) e o poeta e tradutor Guilherme Gontijo Flores (tradutor dos Fragmentos completos de Safo).
Lançamentos
 

Khadji-Murát

Lev Tolstói

Tradução de
Boris Schnaiderman
Inclui o ensaio
"Tolstói: antiarte e rebeldia",
de Boris Schnaiderman
 R$ 55,00

Obra-prima de uma atualidade impressionante, a novela Khadji-Murát é o último livro de Tolstói e está à altura dos seus grandes romances Anna Kariênina e Guerra e paz. Centrado na figura do líder rebelde tchetcheno Khadji-Murát (1796-1852) - pela qual o escritor se interessou desde que serviu no Cáucaso como soldado, na juventude -, o livro narra em 25 capítulos curtos sua luta pela sobrevivência e pela afirmação dos valores de sua cultura. Com um ritmo fluente e vertiginoso, que lembra o cinema, Tolstói criou uma narrativa insuperável, um pequeno épico repleto de poesia, natureza, ação, lirismo, história e denúncia da violência. O volume inclui ainda o ensaio "Tolstói: antiarte e rebeldia", de Boris Schnaiderman, que discute a vida e a obra do grande escritor russo, e a importância de Khadji-Murát em sua produção.

 
 

Contos reunidos

Fiódor Dostoiévski

Organização de Fátima Bianchi
 R$ 89,00

Esta coletânea reúne os 28 contos de Fiódor Dostoiévski (1821-1881), do primeiro ao último ano de sua trajetória como escritor, todos eles em traduções diretas do russo, incluindo vários textos inéditos no Brasil. Procurando ser fiel ao espírito de sua obra, foi utilizada aqui uma concepção ampla de "conto", que inclui também breves novelas, narrativas autônomas dentro de romances e peças jornalísticas com viés ficcional. O volume traz ainda uma bela apresentação de Fátima Bianchi, que analisa a importância das narrativas curtas na obra de Dostoiévski, versões alternativas de "O ladrão honrado" e "A mulher de outro e o marido debaixo da cama", e uma cronologia detalhada da vida do escritor, mapeando a produção de cada um de seus contos, novelas e romances.

 

   

Marxismo e filosofia
da linguagem

Problemas fundamentais
do método sociológico
na ciência da linguagem


Valentin Volóchinov

Ensaio introdutório de
Sheila Grillo
 R$ 64,00

Marxismo e filosofia da linguagem, lançado agora no Brasil pela primeira vez em tradução direta do russo, é uma das obras fundamentais da linguística moderna. Redigido no âmbito do Círculo de Bakhtin por Valentin N. Volóchinov (1895-1936) e publicado em 1929, foi por vezes atribuído ao próprio Bakhtin. O presente volume inclui um ensaio introdutório assinado por Sheila Grillo, que visa situar o leitor no contexto dos estudos da linguagem à época de escrita da obra, além de um glossário detalhado e o "plano de trabalho" de Volóchinov, de 1927-28, obtido diretamente em seu arquivo pessoal.

 
 

A cena interior

Marcel Cohen

Tradução de Samuel Titan Jr.
Projeto gráfico de Raul Loureiro
 R$ 46,00

Em 14 de agosto de 1943, Marcel Cohen, com cinco anos e meio, foi passear com sua babá em uma praça parisiense. Do outro lado da rua, ao retornar para casa, viu sua família, de judeus turcos emigrados, ser presa pelos nazistas. Todos eles, incluindo sua irmã recém-nascida, sua mãe, seu pai, seus tios e avós, acabariam mortos nos campos de concentração alemães. Setenta anos depois, já um escritor consagrado, Cohen publicou este livro impressionante, "feito de recordações e, em maior medida, de silêncio, de lacunas e de esquecimento", no qual procura recuperar a história de sua família por meio dos parcos objetos e fragmentos de memória que puderam escapar ao Holocausto.

 

   

Notas sobre literatura, cultura e ciências humanas

Mikhail Bakhtin

Tradução de Paulo Bezerra
Organização, tradução, posfácio e notas de
Paulo Bezerra
Notas da edição russa de Serguei Botcharov
 R$ 38,00

Este livro reúne três textos de Mikhail Bakhtin (1895-1975): "A ciência da literatura hoje" (1970), "Fragmentos dos anos 1970-1971" (extraídos de seus cadernos de anotações) e "Por uma metodologia das ciências humanas" (1975) - todos eles traduzidos diretamente do russo por Paulo Bezerra, que também assina o posfácio ao volume. Escritos no fim da vida, os textos compõem um verdadeiro "testamento teórico" de Bakhtin, que retoma neles os principais temas de sua obra e aponta os caminhos para um desenvolvimento posterior de suas ideias.

 
 

Fábulas
seguidas do Romance de Esopo

Esopo

Seleção e apresentação das Fábulas por André Malta
Apresentação do
Romance de Esopo por
Adriane da Silva Duarte
 R$ 55,00

Este livro reúne 75 das principais fábulas de Esopo (séculos VII-VI a.C.), acompanhadas do texto grego, na cuidadosa tradução de André Malta, que em sua apresentação demonstra que elas se destinavam não às crianças, mas à reflexão e ao deleite dos adultos. O volume se completa com a primeira tradução direta para o português, realizada por Adriane da Silva Duarte, do Romance de Esopo, a célebre biografia ficcional do fabulista, de autoria anônima, escrita por volta do século II d.C. Juntas, as duas partes do volume iluminam aspectos-chave do meio em que circulavam as histórias esópicas na Antiguidade.

 

   

Viva!

Patrick Deville

Tradução de Marília Scalzo
Projeto gráfico de Raul Loureiro
Apresentação de
Alberto Manguel
 R$ 52,00

Neste extraordinário "romance sem ficção", Patrick Deville, um dos mais criativos nomes da literatura francesa contemporânea, retraça a trajetória de personagens-chave do século XX, que se cruzam no México do final da década de 1930 fugindo dos totalitarismos que assombram a Europa. A chegada de Trótski, em janeiro de 1937, aciona mais um giro na roda da história, movimentando uma constelação de artistas, escritores e revolucionários que incluem Frida Kahlo, Diego Rivera, Tina Modotti, André Breton e o assassino de Trótski, Ramón Mercader. Em paralelo, são resgatadas as aventurosas vidas de Malcolm Lowry - lutando para criar sua obra-prima, À sombra do vulcão -, Graham Greene, Antonin Artaud e o misterioso B. Traven, autor de O tesouro de Sierra Madre.

 
 

A aranha negra

Jeremias Gotthelf

Obra publicada com o apoio da Fundação Suíça para a Cultura Pro Helvetia
 R$ 45,00

Uma das novelas mais marcantes do século XIX, admirada por nomes como Thomas Mann, Walter Benjamin e Elias Canetti, A aranha negra foi escrita em 1842 por Jeremias Gotthelf, pseudônimo do pastor protestante suíço Albert Bitzius (1797-1854). Inspirada em lendas medievais, na Bíblia e nos surtos de peste negra que assolaram uma vila da região do Emmental nos séculos XIV e XV, a narrativa se inicia com uma festa de batizado e o relato da terrível história da aranha negra, que no passado aterrorizou e dizimou a população local após a quebra de um pacto com o diabo.

 

   

O patinho feio e outras histórias

Hans Christian Andersen

Tradução de Heloisa Jahn
Ilustrações de Olaf Gulbransson
Projeto gráfico de Raul Loureiro
 R$ 49,00

Quem não conhece Hans Christian Andersen? O patinho feio e outras histórias reúne cinco relatos deste mestre da literatura infantil - "Polegarzinha", "História de uma mãe", "A roupa nova do imperador", "A menina dos fósforos" e "O patinho feio" - e dá início à publicação, na Coleção Fábula, das Obras escolhidas do autor. Traduzidos com precisão e delicadeza por Heloisa Jahn a partir do texto original em dinamarquês, os volumes contam ainda com ilustrações clássicas - neste caso, do norueguês Olaf Gulbransson, colaborador da famosa revista Simplicissimus, publicadas originalmente em 1927.

 
 

Políticas da escrita

Jacques Rancière

 R$ 59,00

"Antes de ser o exercício de uma competência, o ato de escrever é uma maneira de ocupar o sensível e de dar sentido a essa ocupação." Partindo dessa afirmação, o filósofo Jacques Rancière investiga em nove ensaios o que está em jogo na escrita de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com lucidez incomum, Políticas da escrita renova nossa percepção de autores fundamentais como Rimbaud, Wordsworth, Byron, Mandelstam, Cervantes, Balzac, mas também de historiadores como Jules Michelet, Fernand Braudel e outros.

 

   

© Editora 34 Ltda. 2017   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779