Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Coleção: Nova Prosa  
1   2   3  

Quanto custa um elefante?

Marcelo Mirisola

 
Em Quanto custa um elefante?, novo romance de Marcelo Mirisola, o alter-ego do escritor se manifesta novamente, e dá sequência ao conturbado relacionamento com a musa dos seus últimos dois livros, carinhosamente chamada Ruína. Aqui, Marcelo faz novo pacto com a literatura, onde o céu e o inferno acabam entrando em uma assincronia surpreendente, engraçada e às vezes até ameaçadora. Digamos que quem acaba ganhando com este curto-circuito é o leitor; o livro, além de entregar tudo o que promete, ainda dá carona numa Harley-Davidson improvável e fantasma, num passeio pela orla de um Rio de Janeiro apocalíptico que só podia existir mesmo na literatura do autor.
R$ 48,00
 
Perambule

Fabrício Corsaletti

 
"Filho de Rubem Braga com Sam Shepard", crava Gregorio Duvivier na orelha deste novo livro de crônicas de Fabrício Corsaletti. A afirmação não é fora de propósito. Se a prosa de Corsaletti vive impregnada do humor e do lirismo do primeiro, também partilha da errância e do desamparo do segundo. Vem daí a sede de movimento que impele os personagens deste Perambule, reunião de sessenta textos recentes, sendo sete deles inéditos, em que o autor alterna crônicas longas com poemas em prosa e em verso, crônicas curtas e microcontos.
R$ 49,00

 
Como se me fumasse

Marcelo Mirisola

 
Novo romance de Marcelo Mirisola, Como se me fumasse leva para um novo patamar o estilo característico do autor, que vai surpreender até mesmo seus fãs mais fiéis. Escrito sob o impacto da morte dos pais, o livro derruba de vez todas as fronteiras entre ficção, autoficção e memórias, passando por lugares tão díspares como a Praça Roosevelt, Espírito Santo do Pinhal e o fundo do mar em Florianópolis. A partir de uma conversa de bar em Buenos Aires e do terrível vaticínio de um "mago das celebridades", o escritor-personagem desfia um verdadeiro acerto de contas com sua vida, seus amores e suas obsessões, em uma narrativa permeada de ironia rascante e lirismo.
R$ 52,00

     
Sul

Veronica Stigger

 
Este novo livro de Veronica Stigger - uma das vozes mais fortes da literatura brasileira contemporânea - reúne um conto, uma peça teatral curta e um poema, formando um estranho quebra-cabeça em que, surpreendentemente, todas as peças se encaixam. Ligando os três textos, sangue, muito sangue, e um uso extremamente consciente e singular da linguagem, que, do trágico ao cômico, do melancólico ao escatológico, encontra sempre a forma e o tom precisos. Publicado originalmente na Argentina, em 2013, Sul é lançado agora em português - porém, acrescido de um texto oculto, que caberá ao leitor desvelar.
R$ 45,00
 
A vida não tem cura

Marcelo Mirisola

 
Após uma adolescência idílica, regada a canções de Renato Russo e All Stars vermelhos, Luís Guilherme, o protagonista desse novo romance de Marcelo Mirisola, tem que encarar a monstruosa vida adulta. E não dá outra: o inocente professorzinho particular de matemática é feito de gato e sapato por sua musa, a mulher-belzebu Natasha, cai de boca na Boca do Lixo paulistana e termina procurando a cura gay na Igreja Country da Eterna Graça de Deus. Conclusão: de protagonista, Gui não tem nada - e a vida, caros leitores, não tem cura.
R$ 45,00

 
Anatomia do Paraíso

Beatriz Bracher

 
Novo romance de Beatriz Bracher, Anatomia do Paraíso traz a história de um jovem estudante de classe média que escreve uma dissertação de mestrado sobre o Paraíso perdido (1667), poema épico de John Milton que narra a queda do homem e a expulsão de Adão e Eva do Paraíso. A história se desenvolve simultaneamente em vários planos: o dia a dia do estudante, Félix; suas reflexões sobre a obra de Milton; a dura vida de Vanda, vizinha de Félix, que se divide entre trabalho, estudo e os cuidados com a irmã mais nova; e o delicado processo de amadurecimento desta última, a adolescente Maria Joana. Narrativa densa, por vezes vertiginosa, e de alta carga dramática, na medida em que as trajetórias dos personagens vão se cruzando e os temas do Paraíso perdido - sexo, violência, pecado, culpa, traição, morte e redenção - ganham vida nas experiências de cada um.
R$ 69,00

     
Ela me dá capim e eu zurro

Fabrício Corsaletti

 
Primeiro livro de crônicas do escritor e poeta Fabrício Corsaletti, Ela me dá capim e eu zurro reúne quase sessenta textos, a maioria deles publicados na imprensa, incluindo alguns inéditos. As crônicas se abrem para uma gama bastante variada de registros, trazendo lado a lado o esquete cômico, a meditação trágico-existencial, as microaventuras do cotidiano e o devaneio poético de longo alcance, tudo isso sem perder o tom de conversa com o leitor. Nas suas páginas, vida e literatura podem se encontrar nos lugares mais inesperados.
R$ 49,00
 
Hosana na sarjeta

Marcelo Mirisola

 
Na frente da lendária boate Kilt, em São Paulo, se inicia este novo romance de Marcelo Mirisola, trazendo as peripécias de um certo MM e sua relação com duas mulheres: Paulinha Denise, uma Capitu mareada, loira descolorida, com problemas de identidade, e Ariela, a "outra", Lolita casada, verdadeira mentira ambulante. Na trama, um diamante contrabandeado, um réveillon trash no Rio de Janeiro e a terrível maldição de uma cigana, endereçada ao protagonista: "Você nunca vai amar ninguém nessa vida".
R$ 48,00

 
Para quando formos melhores

Celeste Antunes

 
Com uma prosa ágil, inventiva e um timing perfeito para diálogos, Celeste Antunes retrata em seu livro de estreia o universo de disponibilidade incessante de cinco adolescentes - Sara, Fran, Lucas, Teo e Miguel -, às voltas com suas primeiras experiências afetivas, sexuais e também com drogas. Movendo-se entre o bar, a rua, a escola, o espaço da festa e o quarto, Para quando formos melhores capta de perto o cotidiano desses jovens, no qual se misturam o humor e a angústia existencial, com tamanha propriedade que, como observa Fabrício Corsaletti, "tem-se a impressão de que é a própria vida que transcorre diante de nossos olhos"
R$ 46,00

     
Garimpo

Beatriz Bracher

 
Reunião dos contos mais recentes de Beatriz Bracher, escritos entre 2009 e 2012, Garimpo traz nove textos que levam mais adiante as experimentações formais e o lirismo característicos da premiada autora de Antônio e Meu amor. De uma conversa de chat, em "Michel e Flora", até o conto mais longo que dá título ao livro, escrito como anotações de um diário, passando pelo esboço de roteiro em "Para um filme de amor", as narrativas compõem um projeto literário que busca, conforme a definição de Ricardo Lísias, "iluminar as brechas da linguagem através de inquietações históricas e do mergulho íntimo nas personagens".
R$ 48,00
 
Lívia e o cemitério africano

Alberto Martins

Gravuras do autor
 
Um arquiteto em crise às voltas com a mãe senil, um sobrinho adolescente, portador de uma doença degenerativa, e a inquietante figura de Lívia, a namorada de seu falecido irmão, que, com suas viagens misteriosas e um obscuro interesse por arqueologia, tanto ilumina como confunde o percurso do protagonista. Este é o núcleo básico de Lívia e o cemitério africano, relato tenso e cristalino que, ao mesmo tempo em que questiona os limites da própria fabulação, reafirma, com precisão desconcertante e capacidade quase infinita de sugestão, o poder regenerador das narrativas.
R$ 49,00

 
Triz

Pedro Sussekind

 
Um tradutor do russo que aposta em corridas de cavalos e traduz um romance sobre jogos de cartas. Uma malograda paixão de adolescência que volta a se insinuar no presente e ameaça transformar-se em objeto de obsessão. Ligando os dois planos narrativos - o da vida do tradutor-narrador e o do romance que ele traduz -, o gesto da aposta, o elemento do acaso, o espaço ingovernável entre o desejo e sua realização.
 Sob a superfície aparentemente simples dos eventos narrados, jaz uma trama de referências que faz de Triz, primeiro romance de Pedro Süssekind, uma leitura ao mesmo tempo leve e instigante, na qual os jogos de azar constituem também uma alegoria da própria ficção.aolp
R$ 48,00

     
1   2   3  

© Editora 34 Ltda. 2022   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779