Busca rápida
digite título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Literatura estrangeira
 


 R$ 45,00
         

        frete grátis  (saiba mais)

       




 
Informações:
Site
site@editora34.com.br
Vendas
(11) 3811-6777

vendas@editora34.com.br
Assessoria de imprensa
imprensa@editora34.com.br
Atendimento ao professor
professor@editora34.com.br

A aranha negra

 

Jeremias Gotthelf

Obra publicada com o apoio da Fundação Suíça para a Cultura Pro Helvetia

168 p. - 14 x 21 cm
ISBN 978-85-7326-659-7
2017 - 1ª edição
Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

A aranha negra (1842) é a narrativa mais importante do escritor suíço Jeremias Gotthelf, pseudônimo literário do pastor protestante Albert Bitzius (1797-1854), autor de uma obra vasta e profundamente arraigada na vida rural de sua região natal, o Emmental. Misturando em seus livros conselhos de ordem prática e espiritual aos camponeses, seu grande talento artístico, porém, vai muito além do aspecto doutrinário, a ponto de Otto Maria Carpeaux compará-lo a ninguém menos que Homero.
Nesta novela, inspirada em lendas e sagas medievais, além da Bíblia, e nos surtos de peste negra que assolaram a vila de Sumiswald nos séculos XIV e XV, a festa de batizado de uma criança dá ensejo ao relato, por parte do avô da família, da terrível história da aranha negra, que aterroriza e dizima a população local após a quebra de um pacto com o diabo, e cuja superação exigirá igualmente coragem, fé, astúcia e sacrifício.
Além da tradução fina e rigorosa, o professor da Universidade de São Paulo Marcus Vinicius Mazzari assina também o posfácio, um ensaio de rara erudição que situa na linhagem das grandes narrativas de tradição oral esta obra única, a qual Thomas Mann dizia admirar "como praticamente nenhuma outra peça da literatura mundial".


Sobre o autor
Jeremias Gotthelf, pseudônimo de Albert Bitzius, nasceu em 1797 na comuna suíça de Murten, cantão de Friburgo, filho de um pastor reformado. Passou a infância na aldeia de Utzenstorf, na região do Emmental, no cantão de Berna. Em 1812 se matriculou numa escola em Berna, e, entre 1817 e 1820 frequentou nesta cidade o curso superior de teologia, iniciando em seguida o vicariato (estágio preparatório para o exercício pastoral) em Utzenstorf, Göttingen e Herzogenbuchsee. Em 1832, após várias viagens pela Alemanha, assumiu o cargo de pastor de Lützelflüh, no cantão de Berna, trabalhando também como comissário de educação da cidade e administrador de um abrigo para crianças pobres. Em 1837, influenciado pelas ideias de Pestalozzi, estreou na literatura com o romance O espelho-camponês ou História da vida de Jeremias Gotthelf, descrita por ele mesmo. A partir de então adotou o nome do narrador deste romance e desenvolveu uma prolífica carreira como escritor, redigindo mais onze romances e dezenas de escritos variados, incluindo a novela A aranha negra (1842), sua obra mais conhecida. Faleceu em 1854, em Lützelflüh, aos 57 anos, reconhecido como um dos grandes autores de língua alemã do século XIX.


Sobre o tradutor
Marcus Vinicius Mazzari nasceu em 1958 em São Carlos, SP. Fez o estudo primário e secundário em Marília, e ingressou no curso de Letras da Universidade de São Paulo em 1977. Concluiu o mestrado em literatura alemã no início de 1989 com uma dissertação sobre o romance O tambor de lata, de Günter Grass, e cursou entre 1989 e 1994 o doutorado na Universidade Livre de Berlim. Desde 1996 é professor de Teoria Literária e Literatura Comparada na FFLCH-USP. Traduziu para o português, entre outros, textos de Adelbert von Chamisso, Bertolt Brecht, J. W. Goethe, Günter Grass, Heinrich Heine, Gottfried Keller, Karl Marx, Thomas Mann e Walter Benjamin. Entre suas publicações estão Romance de formação em perspectiva histórica (Ateliê, 1999) e Labirintos da aprendizagem (Editora 34, 2010). É um dos fundadores da Associação Goethe do Brasil, criada em março de 2009.



Veja também
Romeu e Julieta na aldeia
Viagem ao Harz
da obra Reisebilder (Quadros de viagem)
Fausto I
Uma tragédia

 


© Editora 34 Ltda. 2017   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779