Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Notícias  
19/08/2013

Publicado pela primeira vez em 1952, revisto e ampliado em 1972, 1982 e 1993 por sua autora, Inge Scholl, A Rosa Branca (Die Weiße Rose) vendeu até hoje, na Alemanha, mais de um milhão de cópias e foi traduzido para vários idiomas.

O livro apresenta a história de um grupo de estudantes universitários de Munique que escreveram e distribuíram panfletos contra o nacional-socialismo, e foi uma peça importante no doloroso processo de superação do passado por parte dos alemães. Os seis integrantes do grupo que iniciaram as ações - Hans e Sophie Scholl, Christoph Probst, Alexander Schmorell, Willi Graf e o professor Kurt Huber - foram processados por alta traição, condenados à morte em 1943 e rapidamente executados.

O ano de 2013 marca os 70 anos do trágico desfecho dessa história de consciência, humanidade e resistência. Além de todos os textos integrantes da versão original do livro (o ensaio de Inge Scholl, os panfletos da Rosa Branca, os textos dos julgamentos e relatos de testemunhas de época), esta primeira edição brasileira inclui também uma apresentação escrita pelas organizadoras, um posfácio do historiador alemão Rainer Hudemann voltado especialmente para o leitor brasileiro, e documentos inéditos relacionados à história da Rosa Branca, como o esboço do sétimo panfleto do grupo, que ficou inconcluso já que os estudantes foram presos antes de chegarem a publicá-lo.

A Editora 34 lança no dia 24 de agosto, às 17h, no Goethe-Institut (Rua Lisboa, 974) a tradução inédita em português do livro, organizada pelas professoras Juliana P. Perez e Tinka Reichmann.

O evento contará com apresentação e debate com a historiadora Maria Luiza Tucci Carneiro (USP) e a jornalista Silvia Bittencourt. Na ocasião, será também inaugurada a exposição itinerante A Rosa Branca, idealizada pela Fundação Weiβe Rose (Alemanha) e composta por 17 painéis que mostram a história do grupo. A mostra permanece no Goethe-Institut até o dia 21 de setembro e depois faz turnê por escolas e universidades.

Às 19h30, será exibido o filme A Rosa Branca (Die Weiße Rose, 1982), ficção do diretor alemão Michael Verhoeven, que se constituiu num dos mais bem-sucedidos filmes da década de 1980 e desencadeou na sociedade alemã um amplo debate.

O evento é gratuito e aberto ao público e não é necessária inscrição prévia.

Serviço

Lançamento de "A Rosa Branca" de Inge Scholl (Editora 34)
Sábado, 24 de agosto de 2013
Goethe-Institut
Rua Lisboa, 974 - Pinheiros
Entrada gratuita; não é necessária inscrição

Exposição A Rosa Branca
24 de agosto a 21 de setembro
Goethe-Institut
Horário de funcionamento:
Segunda a sexta, das 10 às 21 horas
Sábado, das 10 às 14 horas

Programação
17h - Apresentação e debate com a historiadora Maria Luiza Tucci Carneiro (USP) e a jornalista Silvia Bittencourt
18h - Coquetel e abertura da exposição de painéis da Fundação Rosa Branca (Munique)
19h30 - Exibição do filme Die Weiße Rose, de Michael Verhoeven

Realização:
Goethe-Institut, Universidade de São Paulo, Fundação Rosa Branca, Consulado Geral da Alemanha, Editora 34

Patrocínio:
Ministério de Relações Exteriores da Alemanha

Um projeto de:
Temporada "Alemanha + Brasil 2013-2014"


<< voltar

© Editora 34 Ltda. 2017   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779