Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Notícias  
29/11/2019

Na cerimônia de premiação da 61a. edição do Jabuti, na noite de ontem, foram anunciados os laureados.
Nas categorias de Melhor Livro de Poesia e Melhor Tradução, respectivamente, destacaram-se Nuvens, livro póstumo de de Hilda Machado (1951-2007), e a tradução de Leticia Mei, já agraciada pelos prêmios APCA e Boris Schnaiderman da ABRALIC, de Sobre isto, de Vladímir Maiakóvski.



Nuvens
Hilda Machado
Coleção Poesia
ISBN 978-85-7326-690-0
2018 - 1ª edição

Quantos poetas passam pela vida sem jamais publicar um livro? Quantos poemas escritos nunca chegam aos leitores? Hilda Machado, pesquisadora e cineasta nascida no Rio de Janeiro em 1951 e falecida em 2007, foi professora na Universidade Federal Fluminense, com passagens por universidades estrangeiras, e diretora premiada em festivais de cinema nacionais. Paralelamente, desenvolveu um trabalho poético de dicção muito pessoal, entre o melancólico e o autoirônico, de teor fortemente visual e que parece assumir a montagem cinematográfica como procedimento poético por excelência - "Discreta voyeuse/ o sofá combinando com o tom das exegeses/ a polidez dos móveis, avencas, decassílabos, filmes russos/ perífrases sobre paninhos de crochê/ e em vez de carne poemas no congelador".
Em vida, Hilda Machado publicou apenas dois poemas. Deixou, porém, além de manuscritos esparsos, este Nuvens, que ela mesma organizou e chegou a registrar na Biblioteca Nacional, claro sinal de que considerava publicá-lo um dia. É o que agora se realiza, graças à colaboração de Angela Machado, irmã da autora, e ao empenho do poeta Ricardo Domeneck, que assina o texto de apresentação do volume.

Sobre a autora

Hilda Machado nasceu no Rio de Janeiro em 1951. Fez mestrado em Artes pela USP (1987), doutorado em História Social pela UFRJ (2001), e foi professora na UFF a partir de 2002. Estudou direção de cinema na Escuela Internacional de Cine y Televisión em Cuba (1989) e atuou como pesquisadora em várias universidades e instituições no Brasil e no exterior, como a New York University (1993) e a University of London (1998-1999). Em 1987 recebeu o prêmio de melhor direção nos festivais de cinema de Gramado, Recife e Rio de Janeiro pelo curta-metragem Joílson marcou, com trilha sonora de Itamar Assumpção. Além de vários artigos e ensaios sobre cinema, publicou em 2002 o livro Laurinda Santos Lobo: artistas, mecenas e outros marginais em Santa Teresa (2002). O livro de poemas Nuvens, organizado pela autora e datado de julho de 1997, permaneceu inédito até agora. Morreu em São Paulo em 2007.


Sobre isto
Vladímir Maiakóvski
Tradução de Letícia Mei
Ilustrações de Aleksandr Ródtchenko
Edição bilíngue
Coleção Leste
240 p. - 14 x 21 cm
ISBN 978-85-7326-716-7
2018 - 1ª edição

Um dos maiores nomes da poesia do século XX, conhecido como "Poeta da Revolução" por seu engajamento na construção da nova sociedade soviética, Vladímir Maiakóvski foi também um grande poeta lírico. Publicado em 1923, Sobre isto é fruto de sua relação amorosa com Lília Brik, interrompida em dezembro de 1922 por uma briga entre o casal.
"Sem você, eu paro de existir", escreve Maiakóvski numa carta da época, desobedecendo o pacto de silêncio e separação que eles haviam estabelecido. Nos dois meses de afastamento, o poeta redige este que é um de seus poemas mais longos. Partindo da dor e da angústia da separação, Maiakóvski termina por abarcar e revisitar toda sua obra anterior, seus sentimentos e reflexões mais profundos sobre a revolução, o amor e o futuro, num voo lírico extremamente pungente.
Criticado à época por tratar de um tema individualista como o amor (o que explica o título cifrado - Sobre isto), o poeta defendeu a sua liberdade de criação nesta que considerou sua obra-prima e que deu origem, entre nós, à canção de Caetano Veloso interpretada por Gal Costa, "O amor".
Primeira tradução integral da obra no Brasil, a presente edição bilíngue conta ainda com apresentação, notas e estudo crítico de Letícia Mei, além das fotomontagens originais de Aleksandr Ródtchenko e de uma seleção da correspondência entre Maiakóvski e Lília Brik no período.



Sobre o autor

Vladímir Maiakóvski nasceu em 1893 em Bagdádi, na Geórgia. Aos quinze anos inicia sua militância política junto aos bolcheviques, sofrendo repetidas prisões. Em 1911 ingressa na Escola de Pintura, Escultura e Arquitetura de Moscou, onde trava amizade com David Burliúk, com quem fundaria o movimento futurista russo. Em 1915 escreve os poemas Nuvem de calças e Flauta de vértebras, este dedicado a Lília Brik. Após a Revolução de Outubro, adere com entusiasmo ao novo regime, colaborando com a propaganda estatal, sobretudo na elaboração de cartazes, e escreve a peça Mistério-bufo (1918). Entre 1922 e 1923, dirige a revista LEF, pautada pela intenção expressa de aliar arte revolucionária e luta pela transformação social. Realiza viagens pela Rússia e pelo exterior, e compõe, entre outros, o poema Sobre isto (1923) e a peça O percevejo (1929). Suas posições vanguardistas, no entanto, sofrem progressivos ataques, e é acusado de fazer arte "incompreensível para as massas". Em 1930, alguns meses após lançar o poema A plenos pulmões, comete suicídio.


Sobre a tradutora

Letícia Mei nasceu em São Paulo, em 1979. Passou a infância e a adolescência no Rio de Janeiro, onde estudou Ciências Econômicas na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em seguida, retornou a São Paulo e graduou-se em Letras (Português, Francês e Russo) na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. É mestre em Literatura e Cultura Russa pela mesma instituição, com a dissertação "Sobre isto: síntese da poética de Maiakóvski", defendida em 2015. É tradutora de textos jornalísticos, científicos e literários (sobretudo poesia) em russo e francês. Publicou artigos sobre poesia russa e é professora de língua e literatura francesa. Atualmente é doutoranda na Universidade de São Paulo e dedica-se à pesquisa e à tradução dos poemas líricos longos de Maiakóvski.

<< voltar

© Editora 34 Ltda. 2019   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779