Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Notícias  
02/07/2010

A Editora 34 estará representada por três de seus autores na 8ª Festa Literária Internacional de Paraty: Beatriz Bracher, Ricardo Benzaquen e José de Souza Martins, que participarão das mesas Fábulas Contemporâneas, Ao correr da pena e Gilberto Freyre e o século 21, respectivamente.
A FLIP 2010 acontece entre os dias 4 e 8 de agosto.

Para consultar a programação completa, clique aqui

Para detalhes sobre a venda de ingressos, clique aqui

Sobre os autores:

Beatriz Bracher
Formada em Letras, Beatriz Bracher (1961, São Paulo, Brasil) foi uma das editoras da revista de literatura e filosofia 34 Letras e cofundadora da Editora 34, onde trabalhou por oito anos. Beatriz, que já esteve na Flip em 2005, publicou em 2002 seu primeiro romance, Azul e dura, seguido de Não falei (2004), Antonio (2007) e Meu amor, seu livro mais recente, pelo qual recebeu, da Fundação Biblioteca Nacional, o Prêmio Clarice Lispector como melhor livro de contos de 2009. Além de escritora, é roteirista de cinema. Em 1994, escreveu com Sérgio Bianchi o argumento do filme Cronicamente inviável e, mais recentemente, com o mesmo diretor, o roteiro do longa-metragem Os inquilinos, com o qual conquistou o prêmio de melhor roteiro no Festival do Rio 2009.

Ricardo Benzaquen
Pensamento social brasileiro, teoria social e sociologia da cultura são os principais objetos de estudo de Ricardo Augusto Benzaquen de Araújo (1952, Brasil). Graduou-se em história pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC- RJ), em 1974, e concluiu o mestrado (1980) e o doutorado (1993) em antropologia social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. É professor titular e pesquisador do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj) e professor assistente do Departamento de História da PUC-RJ. É autor de Totalitarismo e revolução: o integralismo de Plínio Salgado (1988) e Guerra e paz: Casa-grande e senzala e a obra de Gilberto Freyre nos anos 30 (1994), título pelo qual recebeu o Prêmio Jabuti de Melhor Ensaio em 1995.

José de Souza Martins
O escritor e sociólogo José de Souza Martins (1938, São Caetano do Sul, Brasil) é professor emérito e professor titular de sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, instituição na qual obteve o bacharelado, a licenciatura, o mestrado, o doutorado e a livre-docência. Na Universidade de Cambridge (Inglaterra), foi pesquisador visitante do Centro de Estudos Latino-Americanos (1976) e, em 1993-94, professor titular da Cátedra Simón Bolívar e fellow do Trinity Hall. Foi professor visitante da Universidade da Flórida (Estados Unidos), em 1983, e do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (Portugal), em 2000. Autor de diversos livros de destaque, ganhou o Prêmio Jabuti de Ciências Humanas, em 1993 - com a obra Subúrbio - e em 1994 - com A chegada do estranho. Recebeu o Prêmio Érico Vannucci Mendes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em 1993, pelo conjunto de sua obra, e o Prêmio Florestan Fernandes da Sociedade Brasileira de Sociologia, em 2007. Em 2008, lançou A aparição do demônio na fábrica, que recebeu o Prêmio Jabuti em 2010. Publicou dezoito livros, entre eles A sociabilidade do homem simples, Sociologia da fotografia e da imagem, O Cativeiro da Terra e Fronteira.

<< voltar


© Editora 34 Ltda. 2017   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779