Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Notícias  
06/09/2011

O duplo de Dostoiévski, por Paulo Bezerra

Incompreendido pela crítica da época devido ao humor moderno, ao trato radical com a linguagem e à novidade do tema, O duplo (1846), segundo romance de Dostoiévski, chega às livrarias brasileiras em tradução direta do russo por Paulo Bezerra. Lançado poucos meses depois de seu aclamado romance de estreia, Gente pobre (1846), O duplo é, nas palavras do próprio autor, "sua contribuição mais séria para a literatura". A obra antecipa aspectos dos romances de maturidade do autor, como Crime e castigo e O idiota.

Para explicar a importância de O Duplo no conjunto da obra de Dostoiéviski, a Livraria da Vila e a Editora 34 promovem encontro com o tradutor Paulo Bezerra no dia 06 de outubro, quinta-feira, às 19h30, na Livraria da Vila Pátio Higienópolis.

Responsável por esta, que é a primeira tradução direta do russo para o português de O duplo, Paulo Bezerra comentará de que forma Golyádkin, personagem central do livro, aparece como o primeiro esboço do principal personagem-tipo dostoievskiano: o "homem do subsolo", o indivíduo cindido internamente que se desdobraria no Raskólnikov de Crime e castigo, no Míchkin de O idiota, em Ivan Karamázov e em vários outros.

Após o bate-papo, o tradutor fará sessão de autógrafos na livraria.

Serviço:
O duplo de Dostoiévski - encontro com Paulo Bezerra
Dia 06 de outubro, quinta-feira, às 19h30
Livraria da Vila Pátio Higienópolis (Av. Higienópolis, 618 - Piso Pacaembu - Tel.: 11 3660-0230)
Entrada franca.

Sobre o tradutor_ Paulo Bezerra estudou língua e literatura russa na Universidade Lomonóssov, em Moscou, e foi professor de teoria da literatura na UERJ e de língua e literatura russa na USP. Livre-docente em Letras, leciona atualmente na Universidade Federal Fluminense. Já verteu diretamente do russo mais de quarenta obras nos campos da filosofia, psicologia, teoria literária e ficção, destacando-se suas premiadas traduções de Crime e castigo, O idiota, Os demônios e Os irmãos Karamázov, de Dostoiévski.

Sobre o autor_ Fiódor Mikháilovitch Dostoiévski nasceu em Moscou a 30 de outubro de 1821, e estreou na literatura com Gente pobre, em 1844. Após ser preso e condenado à morte pelo regime czarista em 1849, teve sua pena comutada para quatro anos de trabalhos forçados na Sibéria, experiência retratada em Recordações da casa dos mortos (1861). Após esse período, escreve uma sequência de grandes romances, culminando com a publicação de Os irmãos Karamázov em 1880.


<< voltar


© Editora 34 Ltda. 2017   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779