Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Coleção: Trans  
1   2   3   4  

O que vemos, o que nos olha

Georges Didi-Huberman

Tradução de Paulo Neves
 
O ato de ver só se manifesta ao abrir-se em dois, ou seja, o que vemos vive em nossos olhos pelo que nos olha. Partindo desse paradoxo, o historiador da arte francês Didi-Huberman compõe um ensaio que se aprofunda nas questões da arte, da estética e da interpretação contemporâneas.
R$ 61,00
 
Gêneses da modernidade

Maurice de Gandillac

 
Em Gêneses da modernidade, Gandillac sonda os elementos formadores da modernidade, partindo de uma análise de vários temas que atravessam a Antiguidade, a Idade Média e o Renascimento. Composto de onze ensaios que abordam a história da filosofia - autores e ideias - do século V até o XVII, o livro é uma excelente introdução ao pensamento medieval.
indisponível
R$ 54,00

 
Caosmose
Um novo paradigma estético

Félix Guattari

 
O pensador francês Félix Guattari nos apresenta, neste que foi seu último livro, ensaios e conferências sobre temas que vão da ecologia do virtual a um balanço programático da "psicanálise fim de século".
R$ 52,00

     
Gilles Deleuze: um aprendizado em filosofia

Michael Hardt

Tradução de Sueli Cavendish
 
O modo deleuziano de fazer filosofia é estudado aqui por Michael Hardt, professor da Duke University (EUA), que situa as contribuições de Deleuze num quadro tanto filosófico quanto político.
indisponível
R$ 52,00
 
Jamais fomos modernos
Ensaio de antropologia simétrica

Bruno Latour

Tradução de Carlos Irineu da Costa
Revisão técnica de Stelio Marras
 
Nova edição revista de um dos principais clássicos contemporâneos da filosofia, da antropologia e dos estudos da ciência. Jamais fomos modernos, lançado originalmente em 1991, é a principal obra de Bruno Latour, um dos mais prestigiados pensadores franceses e vencedor do Holberg Prize em 2013, considerado o Nobel das ciências humanas. Neste livro-manifesto, Latour procura reconfigurar a tradicional separação "moderna" entre natureza e cultura, de modo a compreender os sujeitos híbridos cada vez mais presentes em nossa sociedade, como os desastres ecológicos, os organismos geneticamente modificados e os robôs dotados de inteligência artificial.
R$ 52,00

 
As tecnologias da inteligência
O futuro do pensamento na era da informática

Pierre Lévy

Tradução de Carlos Irineu da Costa
 
Um inventário crítico da recente tecnologia que propiciou uma revolução comparável àquela ocorrida com a introdução da escrita na cultura ocidental. Lévy demonstra que a cultura da informática é uma nova forma de assimilação de conhecimento e um novo caminho para a produção intelectual - uma etapa posterior à da expressão oral e escrita.
R$ 54,00

     
Cibercultura

Pierre Lévy

Tradução de Carlos Irineu da Costa
 
O que é cibercultura? Quais suas implicações no campo da educação, do trabalho, da política, dos direitos? O filósofo Pierre Lévy responde a estas e outras questões suscitadas pela Internet e pelas novas tecnologias de forma clara e acessível aos não especialistas.aolp
R$ 61,00
 
O que é o virtual?

Pierre Lévy

Tradução de Paulo Neves
 
Com maestria, Lévy discute a crescente virtualização do corpo e suas relações.

"Um fascinante passeio pela história da técnica e da linguagem humanas, recusando o alarmismo fácil que enxerga apocalipses a cada esquina." (Maria Ercilia, Folha de S. Paulo)aolp
R$ 49,00

 
Pensar na Idade Média

Alain de Libera

Tradução de Paulo Neves
 
Ao refletir sobre o lugar do medievalismo na instituição do saber e sobre o papel da Idade Média na cultura política contemporânea, o autor revê as relações entre Oriente e Ocidente, ascetismo e libertinagem, cultura e afeto, filosofia e teologia, na tentativa de compreender o momento mesmo em que uma nova figura - o intelectual - se impôs à vida cultural, durante os séculos XIII e XIV.
indisponível
R$ 69,00

     
Invenção de Atenas

Nicole Loraux

Tradução de Lílian Valle
 
Com um estilo elegante e peculiar de escrita e análise, Nicole Loraux, em Invenção de Atenas, explora as relações entre o imaginário dos antigos helenos e dos estudiosos modernos da Grécia, para renovar nossa percepção do mundo grego, dos pontos de vista histórico e filosófico.
indisponível
R$ 82,00
 
A metafísica do fenômeno
As origens medievais e a elaboração do pensamento fenomenológico

André de Muralt

Tradução de Paula Martins
 
Neste estudo inovador na história da filosofia, André de Muralt procura compreender como e por que a fenomenologia contemporânea, em si mesma e em seus desdobramentos, reavivou o interesse por conceitos centrais da crítica aristotélica e escolástica, principalmente o da intencionalidade.
indisponível
R$ 59,00

 
A anomalia selvagem
Poder e potência em Espinosa

Antonio Negri

Tradução de Raquel Ramalhete
Prefácios de Gilles Deleuze, Pierre Macherey e Alexandre Matheron
Posfácios de Antonio Negri e Marilena Chaui
 
Antonio Negri, autor de Império e um dos pensadores mais influentes da atualidade, redigiu A anomalia selvagem entre 1979 e 1980, durante seu cárcere italiano. Publicado pela primeira vez no Brasil em 1993, o volume é agora relançado em edição revista por Homero Santiago e Mario Marino, incluindo ainda um breve ensaio sobre a obra redigido por Marilena Chaui. Neste importante livro, Negri articula a filosofia de Baruch Espinosa (1632-1677) à história econômica, social, política e intelectual do século XVII, encontrando na "metafísica materialista" espinosana os elementos para pensar "uma fenomenologia da prática revolucionária" constitutiva do futuro.
R$ 74,00

     
1   2   3   4  

© Editora 34 Ltda. 2020   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779