Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Coleção: Leste  
1   2   3   4   5   6  

O mestre e Margarida

Mikhail Bulgákov

Tradução de Irineu Franco Perpetuo
 
O mestre e Margarida, do escritor russo Mikhail Bulgákov (1891-1940), é considerado um dos grandes romances do século XX. Redigido entre 1928 e 1940 e inspirado no Fausto de Goethe, o livro narra a chegada do diabo e seu séquito a Moscou nos anos 1930. O grupo, que inclui um gato falante, uma bruxa e um sinistro capanga, causa um verdadeiro caos na cidade, subvertendo a ordem e alterando a vida de seus habitantes - como o mestre, que escreve um romance sobre Pôncio Pilatos, e Margarida, sua amada. Sátira alucinante do regime stalinista, o livro só pôde ser publicado na íntegra na União Soviética em 1973. A presente tradução, a cargo de Irineu Franco Perpetuo, foi realizada a partir da mais recente e completa edição russa, lançada em 2014.
R$ 79,00
 
O amor de Mítia

Ivan Búnin

Tradução de
Boris Schnaiderman
 
Novela publicada originalmente em 1925, O amor de Mítia é uma das obras-primas de Ivan Búnin (1870-1953), o primeiro escritor russo a receber o Prêmio Nobel de Literatura. Autor refinado que se exilou em Paris após a Revolução de 1917, admirado por Thomas Mann, Vladímir Nabókov e André Gide, entre muitos outros, Búnin apresenta aqui uma história de amor com final trágico, considerada por Boris Schnaiderman um dos textos mais vigorosos que ele já traduziu.
indisponível
R$ 46,00

 
O processo do tenente Ieláguin

Ivan Búnin

Tradução de
Boris Schnaiderman
 
Baseada em fatos reais, esta novela de Ivan Búnin (1870-1953), vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 1933, revela toda a maestria deste autor que alia a grande tradição do realismo russo às experimentações narrativas da modernidade. Escrita em 1925 e publicada no ano seguinte em uma revista editada por emigrados em Paris, O processo do tenente Ieláguin apresenta a desconcertante história de amor e morte de uma atriz polonesa e um jovem oficial russo, reconstituída pelo caleidoscópio de depoimentos colhidos durante o julgamento do protagonista.
R$ 42,00

     
Histórias apócrifas

Karel Capek

Tradução de Aleksandar Jovanovic
Edição apoiada pelo Consulado Geral da República Tcheca em São Paulo
 
Diversos episódios históricos, míticos e literários recontados de um ponto de vista inusitado: das Guerras de Troia às conquistas de Napoleão; da Crucificação Cristo aos amores de Romeu e Julieta; das inquietações de Arquimedes aos remorsos de Don Juan... Karel Čapek mostra, com seu fino humor filosófico, por que é considerado não apenas um dos maiores escritores tchecos do século XX, mas um dos grandes nomes da narrativa moderna.
Nova edição revista de um pequeno grande livro que virou cult.
R$ 51,00
 
Antologia do humor russo
(1832-2014)


Organização de Arlete Cavaliere

 
Dos clássicos Gógol, Dostoiévski, Tolstói e Tchekhov até os contemporâneos Viktor Peliévin, Liudmila Ulítskaia e Dmitri Býkov, esta Antologia do humor russo reúne 37 autores e 57 textos, a maioria deles inéditos no Brasil, incluindo contos, trechos de romances, crônicas, cartas e até breves peças de teatro. Esta produção, que muitas vezes surgiu em contestação aos regimes repressivos do tsarismo e do stalinismo, traça um amplo panorama do "mundo do riso" russo, com suas múltiplas vertentes, da comédia do absurdo ao humor mais sutil.
R$ 98,00

 
A luva, ou KR-2
(Contos de Kolimá 6)

Varlam Chalámov

Posfácio de Gustaw Herling
 
A luva, ou KR-2 é o sexto e último volume dos Contos de Kolimá, de Varlam Chalámov (1907-1982), obra em que o escritor russo dá testemunho dos 17 anos que passou como prisioneiro nos campos de trabalhos stalinistas e que constitui um verdadeiro monumento contra a barbárie e pela vida. Os 21 textos aqui reunidos trazem, além da denúncia dos horrores do gulag, também um pouco de leveza e esperança, já que cobrem os últimos anos de sua pena e a transição para a liberdade, como no belíssimo conto "Viagem a Ola". Completam o volume um texto ficcional sobre a morte de Chalámov escrito por Gustaw Herling (autor de uma das mais importantes obras da literatura do gulag, Um mundo à parte), e dois poemas do próprio Chalámov traduzidos diretamente do russo.
R$ 68,00

     
A margem esquerda
Contos de Kolimá 2

Varlam Chalámov

Tradução de Cecília Rosas
Prefácio de Roberto Saviano
 
A margem esquerda é o segundo volume dos Contos de Kolimá, série em que Varlam Chalámov (1907-1982) narra a sua experiência como prisioneiro nos terríveis campos de trabalhos forçados do regime stalinista na Sibéria oriental. O título faz referência à margem do rio Kolimá onde se situava o hospital central dos gulags da região, local onde o autor, após dez anos de pena, conseguiu emprego como paramédico e assim garantiu a própria sobrevivência. O volume inclui um prefácio de Roberto Saviano, em que o autor de Gomorra conta o profundo impacto que a obra de Chalámov teve em sua vida.
R$ 65,00
 
A ressurreição do lariço
(Contos de Kolimá 5)

Varlam Chalámov

Posfácio de Varlam Chalámov
 
Em A ressurreição do lariço, quinto volume dos Contos de Kolimá, Varlam Chalámov (1907-1982) segue com a missão que ele se propôs após ter sobrevivido aos gulags russos: a de dar testemunho sobre o que viu nos campos de trabalhos forçados, onde morreram milhões de pessoas. São particularmente tocantes os contos em que o autor reconstitui a vida de prisioneiros - como um brilhante engenheiro, uma militante revolucionária, um ex-general do Exército Vermelho ou um diretor teatral de vanguarda - e sua luta para manter a dignidade em meio à barbárie. Fecha o volume um ensaio de Chalámov em que ele discute a literatura e o processo de criação dos Contos de Kolimá.
R$ 68,00

 
Contos de Kolimá

Varlam Chalámov

Apresentação de Boris Schnaiderman Prefácio de Irina P. Sirotínskaia
Publicado com o apoio do Instituto de Tradução da Rússia
 
Entre o final dos anos 1920 e o pós-guerra, milhões de pessoas foram deportadas e morreram nos campos de trabalhos forçados soviéticos. Em Kolimá, região desolada no nordeste da Sibéria, "onde um cuspe congela no ar antes de tocar a terra", localizavam-se alguns desses campos, e num deles o escritor russo Varlam Chalámov (1907-1982) cumpriu pena por quase duas décadas, cavando buracos, abrindo estradas e quebrando pedras. Ao final desse período, retorna a Moscou e já no ano seguinte começa a escrever sua obra-prima, os Contos de Kolimá. Após este primeiro volume se seguiram mais cinco, constituindo uma obra monumental, com mais de 2 mil páginas, trabalho que lhe tomaria outros vinte anos e no qual a escavação profunda da memória, o relato autobiográfico sem floreios, é acompanhado a cada passo por uma aguda reflexão filosófica sobre os limites do ser humano em face de experiência tão brutal.
R$ 65,00

     
Ensaios sobre o mundo do crime
(Contos de Kolimá 4)

Varlam Chalámov

Tradução de Francisco de Araújo
Posfácio de Varlam Chalámov
 
Neste quarto volume dos Contos de Kolimá, Varlam Chalámov realiza um verdadeiro estudo sociológico sobre os criminosos comuns com quem conviveu nos terríveis campos de trabalhos forçados do regime stalinista. Em oito textos, o autor faz uma descrição perspicaz da cultura do mundo do crime, critica a romantização dos bandidos na literatura e mostra como o governo soviético muitas vezes se utilizou da "mão de obra" de delinquentes profissionais para reprimir e eliminar os prisioneiros políticos nos lagers russos. O volume inclui ainda um texto em que Chalámov lista as "lições" que aprendeu nos campos, além de uma carta a Soljenítsin em que delineia suas diferenças em relação ao autor de Arquipélago Gulag.
R$ 52,00
 
A aldeia de Stepántchikovo e seus habitantes

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Lucas Simone
Ilustrações de Darel Valença Lins
Posfácio e notas de Lucas Simone
 
Dois meses após retornar de um exílio de quase dez anos na Sibéria, Fiódor Dostoiévski publicou, em 1859, A aldeia de Stepántchikovo e seus habitantes, um de seus mais singulares romances. Nele, o autor expõe uma faceta pouco conhecida sua: a do humorista. Por meio de situações cômicas e absurdas, Dostoiévski deu vida a um dos personagens mais famosos da literatura russa: Fomá Fomitch Opískin, o bufão alçado à condição de tirano que se tornaria símbolo de hipocrisia e parasitismo.
R$ 68,00

 
A senhoria

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Fátima Bianchi
 
Uma fascinante novela de Dostoiévski, ainda pouco conhecida pelo grande público. De fato, as inovações formais do autor - bem como a trama que liga o sonhador Ordínov à figura misteriosa de Katierina - só foram compreendidas no século XX, quando os críticos reconheceram neste livro uma pequena obra-prima que antecipa os grandes romances do autor.
R$ 47,00

     
1   2   3   4   5   6  

© Editora 34 Ltda. 2020   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779