Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Busca: Paulo Bezerra  
1  

A dama do cachorrinho
e outros contos

A. P. Tchekhov

Tradução de
Boris Schnaiderman
 
Anton Tchekhov (1860-1904) é um dos maiores escritores de todos os tempos. Suas histórias concisas, organizadas e traduzidas por Boris Schnaiderman, produzem uma gama tão ampla de sentidos que esta leitura se torna um acontecimento definitivo. "Recriados em bela tradução, os 36 contos que encantam o leitor com uma visão geral da obra do grande escritor russo." (Paulo Bezerra, Jornal da Tarde)
R$ 69,00
 
Bobók

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Paulo Bezerra
Ilustrações de Oswaldo Goeldi
Posfácio e notas de Paulo Bezerra; texto de Mikhail Bakhtin
 
Mais do que uma resposta de Dostoiévski aos críticos de seu romance Os demônios (1871), o conto Bobók, publicado no Diário de um escritor em 1873, é considerado por Mikhail Bakhtin "um microcosmo de toda a sua obra", pois concentra, no tempo brevíssimo de um "diálogo de mortos" num cemitério, os procedimentos fundamentais de sua literatura. Além da análise de Bakhtin, o volume inclui posfácio do tradutor Paulo Bezerra e oito desenhos de Oswaldo Goeldi.
R$ 42,00

 
Clássicos do conto russo


Tradução de Boris Schnaiderman, Paulo Bezerra, Tatiana Belinky e outros
Edição de bolso
Apresentação de Arlete Cavaliere
 
Reunindo doze dos maiores escritores dos séculos XIX e XX e 24 histórias, a antologia Clássicos do conto russo é uma excelente introdução a uma das literaturas que mais têm fascinado o leitor contemporâneo. De Púchkin à Bábel, passando por Gógol, Turguêniev, Dostoiévski, Tolstói, Leskov, Tchekhov, Górki, Búnin, Andrêiev e Bulgákov, esta coletânea mescla textos famosos - como "Diário de um louco", de Gógol, e "O Grande Inquisidor", de Dostoiévski - com contos inéditos no Brasil - como "O espírito da senhora Genlis", de Leskov, e "Cenas de Moscou", de Bulgákov -, todos eles traduzidos diretamente do russo e acompanhados por uma pequena biografia de cada autor.
R$ 54,00

     
Coleção Cinco Grandes Romances de Dostoiévski

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Paulo Bezerra
 
Entre 1866 e 1880, Dostoiévski publicou na Rússia uma sequência de cinco grandes romances que são hoje reconhecidos como uma das maiores realizações do espírito humano: Crime e castigo (1866), O idiota (1869), Os demônios (1872), O adolescente (1875) e Os irmãos Karamázov (1880) trazem o escritor no auge de sua potência criativa. No Brasil, o professor e ensaísta Paulo Bezerra se dedicou, com afinco e imaginação, à desafiadora tarefa de traduzir diretamente do russo estas obras-primas, lançando suas versões pela Editora 34 entre 2001 e 2015. Agora suas premiadas traduções destes cinco romances de maturidade de Dostoiévski são disponibilizadas pela primeira vez ao leitor brasileiro reunidas em uma coleção exclusiva.
R$ 433,00
 
Dois sonhos
O sonho do titio e Sonhos de Petersburgo em verso e prosa

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Paulo Bezerra
Posfácio e notas de Paulo Bezerra
 
Dois sonhos de Dostoiévski reunidos em um único volume. Em O sonho do titio (1859), a trama se passa na cidadezinha imaginária de Mordássov, onde a chegada de um velho príncipe acaba provocando o desmascaramento da hipócrita sociedade local. Já Sonhos de Petersburgo em verso e prosa (1861) combina os registros da prosa e da poesia para construir uma visão ao mesmo tempo crítica, cômica e fantástica da cidade de São Petersburgo.
R$ 57,00

 
Notas sobre literatura, cultura e ciências humanas

Mikhail Bakhtin

Tradução de Paulo Bezerra
Organização, tradução, posfácio e notas de
Paulo Bezerra
Notas da edição russa de Serguei Botcharov
 
Este livro reúne três textos de Mikhail Bakhtin (1895-1975): "A ciência da literatura hoje" (1970), "Fragmentos dos anos 1970-1971" (extraídos de seus cadernos de anotações) e "Por uma metodologia das ciências humanas" (1975) - todos eles traduzidos diretamente do russo por Paulo Bezerra, que também assina o posfácio ao volume. Escritos no fim da vida, os textos compõem um verdadeiro "testamento teórico" de Bakhtin, que retoma neles os principais temas de sua obra e aponta os caminhos para um desenvolvimento posterior de suas ideias.
R$ 42,00

     
O capote e outras histórias

Nikolai Gógol

Tradução de Paulo Bezerra
 
Humorista, dramaturgo, prosador e polemista, Nikolai Vassílievitch Gógol (1809-1852) teve papel fundamental no desenvolvimento da literatura russa a partir do século XIX, o que levaria Dostoiévski a afirmar: "Todos nós saímos do Capote de Gógol". Este volume, organizado e traduzido diretamente do russo por Paulo Bezerra, apresenta ao leitor um panorama geral da obra gogoliana, ao trazer, ao lado de três de suas histórias mais conhecidas, duas narrativas "folclóricas" do ciclo ucraniano.aolp
indisponível
R$ 54,00
 
O rumor do tempo
e Viagem à Armênia

Óssip Mandelstam

Tradução de Paulo Bezerra
Ensaio de Seamus Heaney
 
Nova edição, revista e ampliada, do livro que inclui as duas principais obras em prosa do grande poeta russo Óssip Mandelstam (1891-1938), O rumor do tempo (1925) e Viagem à Armênia (1933) - dois textos memorialísticos, de alta voltagem lírica, que trazem as impressões do autor sobre os períodos pré e pós Revolução de 1917. No volume eles são complementados por um posfácio do tradutor Paulo Bezerra e por um ensaio, inédito no Brasil, do Prêmio Nobel de Literatura Seamus Heaney, que analisa vida e obra do poeta e os esforços de sua esposa, Nadiéjda Mandelstam, em preservar seu legado em meio à perseguição do regime stalinista.
R$ 52,00

 
Teoria do romance I
A estilística

Mikhail Bakhtin

Tradução de Paulo Bezerra
Organização da edição russa de Serguei Botcharov e Vadim Kójinov
Prefácio, notas e glossário de Paulo Bezerra
 
Peça-chave na teoria de Bakhtin, a Teoria do romance foi desenvolvida nos anos 1930, mas só foi publicada, e de forma parcial, no ano da morte do autor, em 1975, no volume Questões de literatura e estética. Apenas em 2012 o texto integral veio à luz, na Rússia, no conjunto de suas obras completas. Este volume tem como tema O discurso no romance, e traz as reflexões de Bakhtin sobre a especificidade desse gênero literário; nele, o autor questiona a estilística tradicional e desenvolve o conceito de heterodiscurso, destacando as múltiplas vozes que ressoam na prosa romanesca. Ao considerar a linguagem como um fenômeno vivo e plural, o teórico russo revolucionou nossa forma de ler e interpretar o romance.
R$ 59,00

     
Teoria do romance III
O romance como gênero literário

Mikhail Bakhtin

Tradução de Paulo Bezerra
Organização da edição russa de Serguei Botcharov e Vadim Kójinov
 
Este terceiro e último volume da Teoria do romance de Mikhail Bakhtin, traduzido da mais recente edição crítica russa, traz dois ensaios fundamentais do autor: "Sobre a pré-história do discurso romanesco" (de 1940), em que é analisada a importância dos diversos estilos paródicos no surgimento do romance; e "O romance como gênero literário" (de 1941, antes conhecido como "Epos e romance"), no qual se discute a especificidade do discurso romanesco em contraposição às formas da épica. No posfácio ao volume, o tradutor Paulo Bezerra destaca a originalidade das ideias de Bakhtin, que alteraram de forma radical os rumos da teoria literária no século XX.
R$ 47,00
   
     
1  

© Editora 34 Ltda. 2020   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779