Busca rápida
digite título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Comunicações e cultura contemporânea
 

 R$ 53,00
         

        frete grátis  (saiba mais)

       




 
Informações:
Site
site@editora34.com.br
Vendas
(11) 3811-6777

vendas@editora34.com.br
Assessoria de imprensa
imprensa@editora34.com.br
Atendimento ao professor
professor@editora34.com.br

Sertão mar
Glauber Rocha e a estética da fome

 

Ismail Xavier


288 p. - 14 x 21 cm
ISBN 978-85-7326-735-8
2019 - 1ª edição
Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Sertão mar: Glauber Rocha e a estética da fome é um clássico dos estudos cinematográficos brasileiros. Com ele, a obra de Glauber ganhou um nível de compreensão inédito, fundamentado agora, para além da sempre intuída genialidade do diretor, na análise minuciosa da forma de seus filmes, repassados a um só tempo em sua estrutura geral e em cada fotograma. Mas o que faz a têmpera deste livro é a combinação de close reading com a dinâmica sócio-política dos anos 1960 no Brasil, que inspirou movimentos como o Cinema Novo, do qual o diretor foi líder, além de manifestações semelhantes no teatro e na canção popular.
Para melhor ressaltar a originalidade de filmes como Barravento (1962), a estreia de Glauber, e Deus e diabo na terra do sol (1964), que o situou imediatamente entre os grandes cineastas do século XX, Ismail Xavier estabelece um contraponto com O cangaceiro (1953) e O pagador de promessas (1962), duas produções brasileiras que também tiveram reconhecimento internacional, mas pela via inversa da adesão aos padrões hollywoodianos. A partir daí, entendemos por que Glauber Rocha tenha realizado como nenhum outro a fusão de cinema de vanguarda e o que ele mesmo chamou de estética da fome, transformando as precárias condições do Terceiro Mundo em motor da invenção e não em obstáculo para ela.
Esta nova edição inclui em apêndice o posfácio de Leandro Saraiva à 2ª edição do livro (2007), o prefácio de Mateus Araújo à edição francesa (2008), e uma entrevista do autor a Vinicius Dantas realizada em 1983.


Sobre o autor
Ismail Xavier nasceu em 1947, em Curitiba. Formou-se na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, onde obteve os títulos de mestre (1975) e doutor (1980), tendo sido orientado por Paulo Emílio Sales Gomes e Antonio Candido. Em 1982 tornou-se PhD em Cinema Studies pela New York University, onde finalizou também seu pós-doutorado em 1986. Desde 1971 é professor do Departamento de Cinema, Rádio e TV da ECA-USP, tendo recebido o título de professor emérito em 2017. Publicou, entre outros, O discurso cinematográfico (Paz e Terra, 1977), Sertão mar (Brasiliense, 1983), Alegorias do subdesenvolvimento (Brasiliense, 1993) e O olhar e a cena (Cosac Naify, 2003).


Veja também
Um mestre na periferia do capitalismo
Machado de Assis
Escritos sobre mito e linguagem
(1915-1921)
Organização de Jeanne Marie Gagnebin
Ensaios de literatura ocidental
Filologia e crítica
Organização de Davi Arrigucci Jr., Samuel Titan Jr.

 


© Editora 34 Ltda. 2019   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779