Busca rápida
digite título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Arte e arquitetura | Biografias e memórias | Coleções
 

 R$ 98,00
         


Saiu na mídia 1
Saiu na mídia 2
Saiu na mídia 3



 
Informações:
Site
site@editora34.com.br
Vendas
(11) 3811-6777

vendas@editora34.com.br
Assessoria de imprensa
imprensa@editora34.com.br
Atendimento ao professor
professor@editora34.com.br

Roland Barthes: biografia

 

Tiphaine Samoyault

Tradução de Sandra Nitrini
Projeto gráfico de Raul Loureiro

Revisão técnica de Regina Salgado Campos


616 p. - 15 x 22,5 cm
ISBN 978-65-5525-073-2
2021 - 1ª edição
Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Figura central do pensamento francês no século XX, Roland Barthes (1915-1980) foi também um ser à margem. O pai morto na Primeira Guerra Mundial, a mãe adorada durante toda a vida, a descoberta precoce da homossexualidade logo lhe incutiram o sentimento da própria diferença. Viveu à distância os grandes acontecimentos da história contemporânea, mas nem por isso sua vida foi menos marcada pelos ímpetos violentos e intensos do século que ele ajudou a tornar inteligível. Com base em materiais inéditos (arquivos, diários, documentos pessoais), esta biografia de Barthes lança nova luz sobre suas ideias, suas recusas, seus desejos. Percorrendo os temas de eleição do autor — obras, criadores, linguagens, teorias, mitos —, Tiphaine Samoyault confere coerência e substância à figura de Barthes. Homem de sua época, ele segue falando à nossa, seja por sua prontidão perspicaz à aventura intelectual e literária, seja ainda por sua reticência íntima e irônica diante de todo discurso de autoridade.


Sobre a autora
Tiphaine Samoyault, nascida em Boulogne-Billancourt em 1968, é uma das mais destacadas intelectuais francesas de sua geração. Depois de estudos na École Normale Supérieure, defendeu um doutorado na Universidade de Paris III, onde hoje é professora de Literatura Geral e Comparada. Engajada na vida editorial, Samoyault colabora com a editora Seuil e com a revista En Attendant Nadeau; além disso, participou de uma nova tradução a várias mãos do Ulisses de James Joyce, publicada em 2004 pela Gallimard. Entre seus muitos livros de crítica, destacam-se Excès du roman (1999), L’Intertextualité: mémoire de la littérature (2001), La montre cassée (2004) e, mais recentemente, Traduction et violence (2020). Ficcionista, publicou os seguintes romances: La Cour des adieux (1999), Météorologie du rêve (2000), Les Indulgences (2003), La Main négative (2008) e Bête de cirque (2013), todos ainda inéditos em português. Sua biografia de Roland Barthes foi publicada pela Seuil em 2015 e recebeu o grande prêmio de ensaio da Société des Gens de Lettres.


Sobre a tradutora
Sandra Nitrini, professora do departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da FFLCH-USP, publicou, entre outros livros, Poéticas em confronto (1987), Literatura comparada (1997) e Transfigurações (2010), além de organizar diversos volumes de ensaios teóricos e críticos, em particular sobre a obra narrativa de Osman Lins. De Tiphaine Samoyault, verteu para o português o ensaio A intertextualidade, publicado pela Hucitec em 2008.


Veja também
A melancolia diante do espelho
Três contos
Margem de uma onda

 


© Editora 34 Ltda. 2021   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779