Busca rápida
digite título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Poesia
 

 R$ 84,00
         


Saiu na mídia 1



 
Informações:
Site
site@editora34.com.br
Vendas
(11) 3811-6777

vendas@editora34.com.br
Assessoria de imprensa
imprensa@editora34.com.br
Atendimento ao professor
professor@editora34.com.br

Poesia reunida (1968-2021)

 

Leonardo Fróes

Apresentação de Cide Piquet

424 p. - 16 x 23 cm
ISBN 978-65-5525-072-5
2021 - 1ª edição
Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Morando desde os anos 1970 num sítio na região de Petrópolis, no Rio, e dedicando-se ao cultivo da terra, à poesia e à tradução, Leonardo Fróes criou uma obra poética única em nossa literatura. Contemporâneo da geração beat norte-americana e da poesia marginal brasileira, é, porém, na antiga tradição dos “poetas do campo” que ele melhor se insere — aqueles que, do romano Juvenal, no século I, ao norte-americano Gary Snyder, no XX, levaram a cabo a ideia de fugir do tumulto das cidades para levar uma vida mais simples e mais plena, em harmonia com a natureza.
Esta Poesia reunida abarca toda a sua produção, desde o livro de estreia, Língua franca (1968), até o inédito A pandemônia e outros poemas (2021). De entremeio, pérolas como Sibilitz (1981), que o poeta João Cabral de Melo Neto considerou “de primeira água”, Argumentos invisíveis (1995), pelo qual recebeu o Prêmio Jabuti, ou o depurado Chinês com sono (2005). A cada livro, Fróes vem maturando sua obra e se afirmando — há tempos — como um dos nossos maiores poetas, lido e celebrado por sucessivas gerações.
Naturalista e montanhista amador, misto de poeta zen e Dom Quixote das letras, sábio chinês e homem da roça, Leonardo Fróes escreve com a leveza de quem sorri, e sorri com a leveza de quem fez da poesia um modo de vida: “Nem saudade nem pressa: paciência./ Aprender essa arte,/ conjugá-la com a sorte.// Nem mesmo a sede inextinguível/ de inventar necessidades/ para satisfazer-se à larga.// Somente a paciência dos anjos/ que entoam cantos de louvor./ Somente a paciência dos doidos”.


Sobre o autor
Leonardo Fróes nasceu em 1941 em Itaperuna, no interior do Rio de Janeiro, e se criou na capital. Viveu os anos de aprendizagem em Nova York e na Europa, e mora em Petrópolis desde o começo da década de 1970. Foi editor, jornalista, enciclopedista. Entre 1971 e 1983 assinou a coluna “Natureza”, no Jornal do Brasil, reproduzida como “Verde” no Jornal da Tarde de São Paulo, tendo sido um dos primeiros a difundir no Brasil a consciência ecológica. Traduziu dezenas de livros do inglês, francês e alemão, de autores como Shelley, Goethe, Swift, Choisy, Faulkner, George Eliot e Malcolm Lowry. Montanhista e naturalista amador, traduziu também livros de especialistas em ciências da natureza, como Tukaní, do ornitólogo Helmut Sick, e Naturalista, do mirmecólogo Edward O. Wilson. Recebeu o Prêmio Jabuti de Poesia, em 1996, por Argumentos invisíveis, e os prêmios de tradução da Fundação Biblioteca Nacional, em 1998, da Academia Brasileira de Letras, em 2008, e da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, em 2016. Nesse último ano recebeu também o prêmio Alceu Amoroso Lima — Poesia e Liberdade, concedido pelo Centro Alceu Amoroso Lima e pela Universidade Candido Mendes.


Veja também
Poesia +
(antologia 1985-2019)
Só para maiores de cem anos
antologia (anti)poética
Tudo (e mais um pouco)
Poesia reunida (1971-2016)

 


© Editora 34 Ltda. 2021   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779