Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Coleção: Leste  
1   2   3   4   5   6  

Bobók

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Paulo Bezerra
Ilustrações de Oswaldo Goeldi
Posfácio e notas de Paulo Bezerra; texto de Mikhail Bakhtin
Mais do que uma resposta de Dostoiévski aos críticos de seu romance Os demônios (1871), o conto Bobók, publicado no Diário de um escritor em 1873, é considerado por Mikhail Bakhtin "um microcosmo de toda a sua obra", pois concentra, no tempo brevíssimo de um "diálogo de mortos" num cemitério, os procedimentos fundamentais de sua literatura. Além da análise de Bakhtin, o volume inclui posfácio do tradutor Paulo Bezerra e oito desenhos de Oswaldo Goeldi.
R$ 42,00
 
Crime e castigo

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Paulo Bezerra
Gravuras de Evandro Carlos Jardim
Nova edição revista pelo tradutor em comemoração aos 150 anos da obra
Prêmio Paulo Rónai da Biblioteca Nacional de Melhor Tradução 2002
Publicado em 1866, Crime e castigo é a obra mais célebre de Fiódor Dostoiévski. Neste livro, Raskólnikov, um jovem estudante, pobre e desesperado, perambula pelas ruas de São Petersburgo até cometer um crime que tentará justificar por uma teoria: grandes homens, como César ou Napoleão, foram assassinos absolvidos pela História. Este ato desencadeia uma narrativa labiríntica que arrasta o leitor por becos, tabernas e pequenos cômodos, povoados de personagens que lutam para preservar sua dignidade contra as várias formas da tirania.
Esta é a primeira tradução direta da obra lançada no Brasil, e recebeu em 2002 o Prêmio Paulo Rónai de Tradução da Fundação Biblioteca Nacional.
R$ 98,00

 
Dois sonhos
O sonho do titio e Sonhos de Petersburgo em verso e prosa

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Paulo Bezerra
Posfácio e notas de Paulo Bezerra
Dois sonhos de Dostoiévski reunidos em um único volume. Em O sonho do titio (1859), a trama se passa na cidadezinha imaginária de Mordássov, onde a chegada de um velho príncipe acaba provocando o desmascaramento da hipócrita sociedade local. Já Sonhos de Petersburgo em verso e prosa (1861) combina os registros da prosa e da poesia para construir uma visão ao mesmo tempo crítica, cômica e fantástica da cidade de São Petersburgo.
R$ 57,00

     
Duas narrativas fantásticas
A dócil e O sonho de um homem ridículo

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Vadim Nikitin
Duas pequenas obras-primas, as narrativas aqui reunidas constituem excelente introdução ao universo de Dostoiévski. Se A dócil (também conhecida como Uma doce criatura) foi considerada "uma das mais vigorosas novelas do desespero na literatura mundial", O sonho de um homem ridículo desenha a possibilidade de uma vida utópica em outro planeta.aolp
R$ 46,00
 
Gente pobre

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Fátima Bianchi
Posfácio e notas da tradutora
Romance de estreia de Dostoiévski, Gente pobre, publicado em 1846, foi imediatamente aclamado pelo público, fazendo de seu autor, praticamente da noite para o dia, um escritor consagrado. Por meio da troca de cartas entre um funcionário menor de uma repartição pública de Petersburgo e sua vizinha, uma jovem órfã injustiçada, o autor de Crime e castigo explora a fundo as variações de tom e tratamento, de saltos e encadeamentos na ação, para criar um texto comovente e, no dizer de Boris Schnaiderman, "marcado pela consciência da injustiça social".
aolp
R$ 52,00

 
Humilhados e ofendidos

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Fátima Bianchi
Xilogravuras de Oswaldo Goeldi
Após dez anos de exílio na Sibéria, Fiódor Dostoiévski retorna a Petersburgo em fins de 1859 determinado a escrever um romance genial, que lhe permita recuperar o prestígio de outros tempos. Esse romance é Humilhados e ofendidos, publicado em folhetim em 1861, livro que ocupa uma posição-chave na sua produção por ser um verdadeiro laboratório de temas e motivos que ressurgirão em suas obras de maturidade. Tendo como narrador a figura do jovem romancista Ivan Petróvitch, cuja vida guarda muitas semelhanças com a sua, Dostoiévski criou uma obra ao mesmo tempo cativante e de denúncia social, um verdadeiro turbilhão de afetos no qual o sentimento de cada personagem alcança a sua intensidade mais elevada.
R$ 83,00

     
Memórias do subsolo

Fiódor Dostoiévski

Tradução de
Boris Schnaiderman
Obra-prima da literatura mundial, esta pequena novela traz, em embrião, vários temas da fase madura de Dostoiévski. Seu protagonista, um funcionário que vive no subsolo de um edifício em São Petersburgo, expõe a sua visão de mundo num discurso explosivo, labiríntico, vertido impecavelmente para o português por Boris Schnaiderman.

"Tradução primorosa." (Luciano Trigo, O Globo)aolp
indisponível
R$ 47,00
 
Niétotchka Niezvânova

Fiódor Dostoiévski

Tradução de
Boris Schnaiderman
(1ª edição: 1961, Nova Fronteira)
Este romance singular na obra de Dostoiévski antecipa importantes descobertas da psicanálise, ao representar o drama do amadurecimento de uma menina - a infância miserável, dividida entre as figuras do pai e da mãe, a adolescência no seio de uma família aristocrática e seu afeto apaixonado por outra adolescente. A tradução de Boris Schnaiderman, direta do original russo, preserva toda a exuberância do universo dostoievskiano.aolp
indisponível
R$ 54,00

 
Noites brancas

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Nivaldo dos Santos
Ilustrações de Livio Abramo
Durante uma das maravilhosas "noites brancas" do verão de São Petersburgo, em que o sol praticamente não se põe, dois jovens se encontram numa ponte sobre o rio Nievá, dando início a uma história carregada de fantasia, emoção e lirismo. Não por acaso, a história foi adaptada para o cinema por diretores do porte de Luchino Visconti e Robert Bresson.aolp
R$ 42,00

     
O adolescente

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Paulo Bezerra
Ilustrado com os manuscritos do autor
O adolescente, publicado em 1875, é um dos cinco grandes romances de maturidade de Dostoiévski, ao lado de Crime e castigo, O idiota, Os demônios e Os irmãos Karamazov. Mesmo sendo o menos conhecido dentre eles - devido à incompreensão da crítica do século XIX, que não entendeu sua estrutura moderna, fragmentária, baseada nas memórias do protagonista -, a obra revela toda a genialidade do escritor, então no auge de seu talento.
R$ 98,00
 
O crocodilo
e Notas de inverno sobre impressões de verão

Fiódor Dostoiévski

Tradução de
Boris Schnaiderman
Dois textos pouco conhecidos do genial escritor russo. O crocodilo é uma novela insólita: um réptil exposto em uma loja engole um burocrata, que passa a viver dentro do animal! Já Notas de inverno, escrito a partir de recordações de viagens pela Europa, compõe uma reflexão das mais singulares sobre a civilização, o individualismo e a decadência do espírito.
R$ 49,00

 
O duplo

Fiódor Dostoiévski

Tradução de Paulo Bezerra
Ilustrações de Alfred Kubin
Sobre O duplo, seu segundo romance, publicado em 1846, Dostoiévski declararia: "nunca dei uma contribuição mais séria para a literatura do que essa". De fato, ao retratar o drama de um pequeno funcionário de personalidade cindida, que passa a enxergar e conviver com seu próprio duplo, o autor russo antecipa aqui seus grandes romances de maturidade, como Crime e castigo e O idiota. Influenciada por Hoffmann e Gógol, esta surpreendente história ganha aqui sua primeira tradução direta do russo, que busca preservar toda a radicalidade e o humor do texto original, e vem acompanhada de uma seleção das belas ilustrações do artista expressionista austríaco Alfred Kubin.aolp
R$ 59,00

     
1   2   3   4   5   6  

© Editora 34 Ltda. 2020   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779